WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Pesquisa testa embalagens ecológicas

Filme usado para proteger frutas pode ser biodegradável

 

 O filme desenvolvido pela Embrapa é biodegradável, não poluindo o ambiente como os comuns.

Sabe aquele plástico fino e transparente que embala frutas em bandejas de supermercados? Ele é bem prático. O problema é que não é reciclável, depois de usado, vai direto para o lixo e demora anos na natureza para se decompor. Uma pesquisa desenvolvida pela Embrapa Agroindústria de Alimentos tem buscado soluções criando filmes biodegradáveis.

A pesquisa é coordenada por Carlos Wanderlei de Carvalho, no município de Guaratiba, na zona oeste do Rio. Os filmes biodegradáveis podem ser produzidos a partir de substâncias que se decompõem rapidamente na natureza, que inclusive podem ser digeridas pelo organismo humano sem risco algum.

Os testes estão sendo feitos com maracujá, tangerina e caqui, os frutos mais cultivados no estado. Mas é bem provável que esse filme possa ser utilizado com qualquer outra fruta, assim como o outro.

O principal ingrediente dos novos filmes é o amido (carboidrato presente em vegetais como batata, mandioca e milho, um dos mais importantes nutrientes para os seres humanos). Também são acrescentados o alginato (proveniente das algas marinhas e empregado na conservação de alimentos), a quitosana (derivada da quitina, proteína formadora do esqueleto de crustáceos e insetos).

Segundo o pesquisador Carlos Wanderlei de Carvalho, eles conseguiram conservar um caqui embalado com um filme comestível por até 42 dias na geladeira. Ele acrescentou que não houve contaminação por fungos ou bactérias nas amostras estudadas. “A troca de gases entre o ambiente e o interior da embalagem não foi suficiente para formar colônias de micro-organismos, o que impediu o apodrecimento e retardou o amadurecimento. A expectativa agora é manter um padrão para fornecimento ao setor produtivo”, explicou.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!