WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Ômega 3 pode evitar depressão em bebês

Segundo pesquisa, ingestão de ômega 3 durante a gestação pode ajudar a controlar o humor

 

 O salmão e outros peixes são ricos em ômega 3. Foto: reprodução.

Uma pesquisa apresentada durante a Reunião Anual da Federação das Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE), em Águas de Lindóia, São Paulo, mostrou que o consumo de ômega 3 por gestantes pode reduzir as chances de os bebês terem depressão. Os pesquisadores encontraram uma relação entre o ácido graxo, encontrado principalmente em peixes como salmão, atum e sardinha, e a melhora do humor em cobaias.

No estudo, ratas grávidas foram alimentadas com suplementos de ômega 3 em todo o período de gestação e até 21 dias depois do parto, durante a amamentação. Quando os filhotes atingiram os 90 dias, foram submetidos a teste de natação forçada. Os pesquisadores determinaram 3 resultados possíveis, de acordo com a ingestão do ácido graxo ou não.

Os ratos poderiam ficar imóveis, o que mostraria um comportamento depressivo; poderiam nadar, o que significaria a liberação de serotonina (hormônio ligado ao bem-estar); e outra possibilidade seria escalar as paredes da piscina, comportamento relacionado à liberação de noradrenalina.

Os animais do grupo de controle, que não receberam o suplemento, ficaram imóveis em maior número. Por outro lado, os que ingeriram o ômega 3 tiveram uma tendência a nadar e não a escalar a parede da piscina. Os pesquisadores concluíram que o ácido graxo estava relacionado à serotonina e não à outra substância.

Outros estudos já haviam relacionado o ômega 3 ao bem-estar emocional. A hipótese dos pesquisadores paulistas é de que componentes do ácido graxo agem sobre um receptor de serotonina, ligado diretamente à região do cérebro responsável pela depressão. A ativação das substâncias desencadearia uma maior liberação de serotonina, hormônio que regula o humor.

O ômega 3 também foi relacionado à produção de substâncias que atuam na preservação das células  produtoras de serotonina. Desse modo, os pesquisadores acreditam que o ácido graxo pode ser um auxiliar no tratamento e na prevenção da depressão, sendo muito importante para o desenvolvimento do sistema nervoso do feto.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!