WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

O impacto econômico do aquecimento global na agropecuária brasileira

Com a redução das geadas, o Sul terá aumento de 27% na agricultura e o Nordeste trocará a lavoura pela pecuária

 

O importante é começar a trabalhar agora o perfil da agropecuária no país para evitar perdas já nas próximas décadas.

 

 

Os agricultores da região Sul vão sair ganhando com o aquecimento global. Esse foi o veredito do relatório do estudo “Economia da Mudança do Clima no Brasil”. Com as temperaturas mais amenas a agricultura sulista deverá crescer em até 27% entre 2040 e 2070, de acordo com a previsão do IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

Nas próximas décadas, o estado ganha possibilidades para plantar mais culturas, como por exemplo, a mandioca e a cana-de-açúcar, que anteriormente, com as fortes geadas, não se adaptavam à região. Para Patrícia Tristão, tutora do Portal de Informações do CPT – Centro de Produções Técnicas, “as duas culturas são extremamente vantajosas. A mandioca, por exemplo, tem mercado externo que precisa ser abastecido e sua produção é de fácil cultivo, podendo ser plantada em consórcio com outras culturas, o que propicia um melhor aproveitamento da área e a manutenção do solo coberto”.

Juntamente com a mandioca, a cana-de-açúcar está sendo avaliada para a produção de biodiesel. Com a preocupação quanto a preservação do meio ambiente, as pesquisas buscam cada vez mais fórmulas para reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa.

No Nordeste, a tendência é que o agricultor troque a lavoura pela pecuária, inclusive convertendo áreas de mata em pasto. Nas outras regiões do país, o cenário deve ser de aumento tanto das áreas para a agricultura quanto das destinadas à pecuária.

Pesquisador da Embrapa, Eduardo Assad, lembra que o Brasil já está na frente com pesquisas sobre cultivares melhorados geneticamente. O importante é começar a trabalhar agora o perfil da agropecuária no país para evitar perdas já nas próximas décadas.

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!