WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Novas cultivares de guaraná dão frutos no Amazonas

Plantas desenvolvidas pela Embrapa são resistentes às doenças e frutificam mais cedo

 

 Novas variedades tem produtividade até três vezes maior do que as convencionais. Foto: reprodução.

O Amazonas já foi o maior produtor de guaraná do país. Mas, a planta nativa da floresta começou a sucumbir à diversas doenças, como, por exemplo, a antracnose, que reduziu bastante a produtividade do estado. Depois de mais de 36 anos de pesquisa, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) conseguiu desenvolver cultivares do fruto resistentes às doenças.

Segundo o agrônomo da Embrapa José Clério Rezende, a antracnose e o superbrotamento são as principais doenças que atacam o guaranazeiro. A primeira deixa as folhas ressecadas, o que pode matar a planta. Com a segunda, ao invés de nascer apenas um ramo, crescem vários, que não produzem folhas e nem dão frutos.

As últimas cultivares de guaraná desenvolvidas pela Embrapa foram lançadas no ano passado, mas estão dando fruto somente agora. A  BRS Cereçaporanga, a BRS Mudurucânia, a BRS Luzéia e a BRS Andir, além de resistentes às principais pragas, também estão frutificando dois anos antes do previsto para a cultura.

Outra informação, de grande importância, é que as novas cultivares possuem maior teor de cafeína (4% contra 3 a 3,5% em outras cultivares). Agora, o Amazonas pretende voltar a produzir guaraná como antigamente. O estado já chegou a produzir mais de duas mil toneladas por ano, mas hoje só colhe 800 toneladas.

Por enquanto, as variedades desenvolvidas pela Embrapa estão sendo usadas por alguns produtores da região, nos municípios de  Presidente Figueiredo e Itacoatiara. As plantações estão tendo bons resultados, apresentando uma produtividade de 400 a 500 quilos por hectare, que com outras variedades é em torno de 200 quilos por hectare.

Fonte: Embrapa.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!