WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Nova regra para a produção de queijos

O produto poderá ser vendido com menos de 60 dias de maturação

 

 Com uma série de cuidados, os queijos artesanais poderão ser comercializados com menos de 60 dias de maturação.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) atendeu a solicitação dos produtores mineiros de queijo artesanal para a regulamentação da produção. Com a publicação da Instrução Normativa nº74, os queijos poderão ser comercializados antes do período de maturação de 60 dias. Também ficam definidos os padrões para a qualidade e a segurança alimentar do produto.

Agora, a produção será analisada em laboratórios da Rede Brasileira do Leite, contando as células somáticas e as bactérias existentes, fazendo uma composição centesimal. Esta análise deve ser feita uma vez ao mês. A norma também especifica que este tempo inferior a 60 dias será concedido apenas às propriedades certificadas, sob orientação técnica e pesquisas periódicas. As propriedades devem estar livres de doenças infectocontagiosas, como brucelose, tuberculose e mastites.

Também será feito um acompanhamento mensal do leite cru usado para a produção dos queijos. A propriedade deve estar em dia com o Programa de Boas Práticas de Ordenha e de Fabricação, com controle de pragas, transporte, ordenha e ordenhadores. Além disso, a água precisa ser tratada com cloro e passar por um controle rígido de potabilidade.

Atualmente, os queijos e demais lácteos produzidos em Minas Gerais podem ser comercializados dentro do município no qual a propriedade se localiza com o selo do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e dentro do Estado com o selo do Serviço de Inspeção Estadual (SIE). A partir dessas novas regras e da inclusão das propriedades no Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa), os produtos poderão receber o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF).

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!