WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Ministério da Agricultura cria comissão para a agricultura de precisão

Sistema utiliza a tecnologia para aumentar a produtividade e promover o desenvolvimento sustentável

 

A agricultura de precisão usa equipamentos e máquinas para indicar as quantidades adequadas de insumos para a produção.

 A agricultura de precisão usa equipamentos e máquinas para indicar as quantidades adequadas de insumos para a produção.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) criou a Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão (CBAP). O órgão será responsável pela difusão e o desenvolvimento de técnicas e conceitos da agricultura de precisão no país, a partir de programas de treinamento de mão de obra, pesquisas e a geração de tecnologias com custos e benefícios equilibrados.

A agricultura de precisão é uma técnica de cultivo que utiliza equipamentos e máquinas para aumentar a produtividade da lavoura. Assim, são feitas análises de solo para o uso adequado de insumos, sensores mostram as áreas com melhor rendimento, aparelhos de GPS monitoram a quantidade de adubo a ser usada, entre outras medidas.

Com a técnica, evita-se o desperdício de fertilizantes e outros insumos, otimiza-se a colheita, proporcionando maior produtividade e competitividade, além de contribuir para o desenvolvimento sustentável. Durante muito tempo, pensou-se que a agricultura de precisão só fosse viável para o agronegócio, por causa do custo da tecnologia. Mas, com o tempo, o barateamento e a popularização dos equipamentos mostraram que é possível implantar o sistema mesmo em médias e pequenas propriedades.

A CBAP será composta por membros do Mapa e dos Ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA), da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), da Associação Brasileira dos Engenheiros Agrícolas (Abeag), da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos (Anfavea), da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), da Associação Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), do Fórum de Pró-Reitores de Pós-Graduação (Foprop), da Universidade de Santa Maria e da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!