WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Menopausa tem sintomas controlados com soja

Pesquisa comprova que com inserção de soja na dieta minimiza-se as ondas de calor, os problemas musculares e articulares e melhora-se significativamente a secura vaginal

A soja é um dos alimentos “carro chefe” para minimizar os efeitos da menoupasa.

Quando a menopausa chega, entre os 45 e 55 anos, ela traz consigo aumento de peso, insônia, variação de humor, cansaço, tontura e, claro, o famoso calorão. Para reduzir esses desconfortos o tratamento é à base de hormônio, mudanças na alimentação e prática de exercícios físicos.

Um estudo da Unicamp – Universidade Estadual de Campinas, comprova que a soja é um dos alimentos “carro chefe” para essa nova fase. Na pesquisa, o grupo que ingeriu o composto de soja diariamente teve as sensações de calor minimizadas em até 65,4% e os problemas musculares e articulares em 40%, além de um melhora significativa na secura vaginal.

De acordo com a professora Rose Pereira,  especialista em alimentação orgânica e funcional, a soja pode ser usada na alimentação de várias formas. No curso Soja na Alimentação, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, ela apresenta várias receitas de forma a tornar os pratos mais saudáveis.

Uma de suas sugestões é substituir o leite de vaca pelo leite de soja, o queijo comum pelo tofu.  “Com o tofu, você cria o missoshiro, que é uma sopa, faz caldo verde, assados, saladas, o tofu frito e outras preparações. Ele não tem sabor, por isso cabe a você enriquecê-lo com shoyu.” Ela ainda diz que a massa, obtida no processo de produção do leite, pode ser usada para enriquecer o cardápio em muitas receitas. “Com essa massa você pode fazer purês, tortas, farofas, recheios, engrossar caldos, enfim, fazer o aproveitamento total de um alimento completo. É o aproveitamento integral de um alimento funcional”, explica.

No entanto, outros alimentos podem entrar na dieta a fim de reagir contra os sintomas da menopausa. A maçã e a cebola, por exemplo, são ricas em quercetina. Também contribuem a sardinha e aveia, por conter coenzima Q10 e as frutas cítricas, legumes e castanhas. Nesse período, também é importante a ingestão de cálcio, presente em legumes verdes, leite e derivados, cereais e frutas frescas, com o objetivo de evitar a osteoporose.

Outra dica essencial para essa fase é a redução da quantidade de açúcar e sal. Evite tomar café e abusar das frutas e verduras. Limite seu consumo de carne vermelha em uma a duas vezes por semana e coma mais peixes, dando preferência ao salmão e atum. Beba muito líquido, principalmente água. Os especialistas aconselham a ingerir, pelo menos, oito copos por dia.

 

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!