WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Mapa apresenta projeto para a avicultura industrial

A proposta deve permitir a continuidade de mercados em casos de doenças

 

O Brasil é o maior exportador mundial de aves.

O Brasil é o maior exportador mundial de aves.

Algumas doenças têm representado verdadeiros empecilhos à atividade comercial avícola. Muitos países não aceitam a importação de carne de outros por causa da suspeita de contaminação. Doenças como a de Newcastle e a gripe aviária trazem prejuízos e destroem a reputação de muitos países produtores.

O Brasil é o maior exportador e o terceiro maior produtor mundial de aves e, por isso, o Ministério da agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) apresentou um projeto à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, em inglês) para compartimentar a avicultura industrial a fim de  prevenir essas doenças.

A proposta é de certificar subgrupos de animais dentro de um mesmo território com diferentes perfis sanitários. Caso aconteça surto de alguma doença, as propriedades que se adequarem às exigências de biossegurança serão consideradas liberadas para produzir e comercializar a produção.

Em parceria com a União Brasileira de Avicultura (Ubabef), a iniciativa privada e agências estaduais, o projeto é resultado de cerca de 4 anos de pesquisa. Foi criado um protocolo com medidas de biossegurança partindo de 10 princípios de risco para a entrada de vírus. Depois que essas medidas forem adotadas, serão realizadas uma fiscalização e uma certificação dos estabelecimentos livres de doenças.

O Brasil nunca registrou casos de influenza aviária e a doença de Newcastle não é registrada há 10 anos. Essas doenças são classificadas como emergenciais e geram grandes impactos econômicos, sociais e compromete bastante a saúde das aves e a produção avícola. O veterinário Tadeu Cotta, professor do curso Produção de Frango de Corte, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, acredita que o projeto pode trazer grandes avanços para o setor.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Esrone Adolfo Mário Katumbela

10 de set de 2020

Estou interesado??

Resposta do Portal Cursos CPT

10 de set de 2020

Olá, Esrone!

Agradecemos sua visita ao nosso site!
Ficamos felizes em saber do seu interesse em nosso curso. Em breve, uma das nossas consultoras entrará em contato com informações e esclarecimentos sobre os cursos que serão fundamentais para o seu aprendizado.

Atenciosamente,
Lidiane Lisboa

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!