WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Manejo sanitário tem tudo a ver com o sucesso da criação

Sem um adequado manejo sanitário do rebanho, o produtor pode perder todo o investimento aplicado na criação

Um dos aspectos sanitários mais importantes na criação de ovinos  é o controle de verminose.

O sucesso dos sistemas de terminação de cordeiros depende, principalmente, do programa de prevenção de enfermidades. Sem um adequado manejo sanitário do rebanho, o produtor pode perder todo o investimento aplicado na criação.

Um dos aspectos sanitários mais importantes na criação de ovinos é o controle de verminose. O professor Edson Siqueira, especialista em ovinocultura da Unesp – Universidade Estadual Paulista,    lembra que mesmo realizando a desmama precoce os cordeiros já se contaminaram.

“Isso porque os animais ficam em pastagens certamente já infestada por larvas, vindas de ovos eliminados pelos ovinos adultos”, explica Siqueira no curso Criação de Ovinos de Corte, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Por isso, o professor Siqueira indica uma aplicação de vermífugo nos cordeiros no momento da desmama, para que não afete o desenvolvimento deles na terminação. Sete dias após a aplicação do vermífugo, é preciso fazer um exame nas fezes dos animais para avaliar o efeito do produto.

Outra doença para a qual o pecuarista deve estar atento é a podridão de casco. Ela pode levar o animal à morte por fraqueza extrema, devido a sua pouca ou nenhuma alimentação. Para evitar essa moléstia, o professor Siqueira recomenda, no curso, que os ovinos não deverão ter acesso a áreas de constante umidade. “Mantenha os cascos dos animais aparados e, na época das chuvas, faça um banho nos pés com sulfato de zinco 10%. Caso a doença persista, recorra à vacinação”, diz.

O rebanho ainda pode ter problemas com ectoparasitoses, fotossensibilização, ceratoconjuntivite infecciosa, ectima contagioso, aftosa, tétano e brucelose. Por isso, lembre-se que o médico veterinário é o profissional mais indicado para cuidar da saúde dos seus animais.

Por: Ariádine Morgan

Curso CPT - Criação de Ovinos de Corte

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!