WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Manejo correto aumenta produtividade da pastagem

Controle de pragas e cuidados com o solo podem aumentar a produção em 10 vezes

 

Uma pastagem bem feita é importante para a produtividade do gado.

Uma pastagem bem feita é importante para a produtividade do gado.

O primeiro passo para ter um rebanho produtivo é fazer uma pastagem de qualidade. A excelência no pasto só é obtida por meio do manejo adequado. Para isso, é preciso uma análise completa do solo, seguida por uma boa preparação, com adubos e fertilizantes, além de fazer a correção com gesso e cálcio quando necessário. É o que recomenda o especialista Luiz Inácio, professor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP) e do curso Análise de Solo e Recomendações de Calagem e Adubação, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

O professor ainda indica que é preciso verificar a quantidade de sementes que será usada. Ele afirma que elas precisam ser de qualidade, devem ser compradas e não usadas da safra anterior,  como fazem muitos agricultores. Isto porque muitas pragas podem ser transmitidas por meio dos grãos.

Em seguida, é preciso compactar o solo para aumentar o contato da semente com a terra. Assim, tem-se mais segurança quanto à germinação. Após 15 dias, é importante iniciar um tratamento com herbicida, pois diminui as chances de infestação por plantas daninhas, que dificultam o crescimento do pasto.

Ele acrescenta que a adubação só deve ser feita depois da análise do solo. Por isso, é impossível determinar uma orientação segura, já que as quantidades necessárias variam de acordo com cada local, inclusive na mesma região. O ideal, nesse sentido, é procurar um especialista para fazer a análise.

Depois de crescido, o pasto estará apto para consumo quando atingir de 30cm a 50cm de altura, dependendo de cada espécie de forrageira. Se esse limite não for respeitado, a qualidade e a quantidade de alimento oferecido ao rebanho são prejudicadas.

Desse ponto adiante, é importante controlar o manejo para evitar o aparecimento das pragas. Elas podem reduzir a produtividade do pasto. Do mesmo modo, a renovação da pastagem se faz necessária, de preferência com a alternância ou a integração de culturas. Essa prática faz o solo descansar, por  causa do pisoteio do gado, e outras lavouras, como as leguminosas, podem ajudar a renovar os nutrientes oferecidos às forrageiras.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!