WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Macaúba é alternativa para produção de biodiesel

Palmeira nativa pode ser usada na fabricação de produtos alimentícios, limpeza, cosméticos e até biodiesel

 

 Coco macaúba pode ser usa como matéria-prima na produção de biodesel.

A macaúba já é usada há um bom tempo para a fabricação de cosméticos, produtos de limpeza e até alimentos. Mas o seu grande potencial para a produção de biodiesel ainda é pouco explorado, se comparado a outras culturas usadas na cadeia produtiva.

Uma das iniciativas do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB) é exatamente estimular o cultivo e o beneficiamento da macaúba para a produção de combustível renovável. O programa é coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) que, além de estimular a produção de biocombustível, também pretende aumentar a participação da agricultura familiar no processo.

O coordenador geral de Biocombustíveis do MDA, André Machado, afirmou que a macaúba possui muitos benefícios para a produção de combustíveis renováveis. Ele explicou que o óleo da palmeira possui bastante potencial para o processamento, alta produtividade e um bom balanço energético. Além disso, Machado destacou a possibilidade de uso de mão de obra e emprego de pouca tecnologia, o que favorece agricultores familiares e comunidades extrativistas.

Outra grande vantagem da macaúba é o fato de ela ser sustentável. Enquanto outras culturas voltadas para o abastecimento da indústria do biodiesel podem gerar problemas ambientais, a cultura da macaúba pode se adaptar completamente ao ambiente, inclusive, podendo ser plantada em consórcio com outros cultivos. A planta também é bastante produtiva, gerando cerca de 500 a 2,5 mil litros de óleo por hectare.

A palmeira é encontrada em diversos estados do País e se adapta bem em diversos tipos de clima e relevo. A macaúba é encontrada numa faixa que se estende do México e vai até a Argentina, formando um grupo com mais de 20 espécies. No Brasil, Minas Gerais é o estado que concentra a maior parte do cultivo e da planta nativa.

Fonte: MDA.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!