WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Inovações no cultivo do pinhão-manso

Congresso apresenta resultados de pesquisas para a espécie usada na produção de biocombustíveis

 

 O cultivo do pinhão manso têm sido a principal fonte de renda para muitos produtores rurais.

O pinhão-manso (Jatropha Curcas L.) é uma oleaginosa que se destaca por seu grande potencial na produção de biodiesel. Com o aumento da preocupação em encontrar fontes de combustíveis renováveis, o cultivo da planta têm crescido e agradado a agricultores de várias partes do país. Essa é uma das principais vantagens do pinhão, já que ele se adaptou bem a quase todas as regiões do Brasil.

O 2º Congresso Brasileiro de Pesquisa em Pinhão-Manso, acontece nesta terça-feira (29) e na quarta-feira (30), e pretende discutir as novidades nessa área de pesquisa. O congresso é realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, em parceria com a Embrapa Agroenergia e a Associação Brasileira dos Produtores de Pinhão-Manso (ABPPM). O objetivo é buscar soluções para a atividade, que tem ganhado muito espaço no mercado e na produção agrícola brasileira.

Conforme um dos presidentes do congresso, Denilson Ferreira, o evento é uma forma de dar suporte à pesquisa, ao investimento, à inovação e ao desenvolvimento da cultura do pinhão-manso. Para ele, a espécie precisa ser aprimorada para ser ainda mais rentável e mais eficiente do ponto de vista produtivo, tendo em vista a necessidade de ampliação para fornecer matéria-prima à indústria de biocombustíveis.

O agrônomo Nagashi Tominaga, professor do curso Cultivo de Pinhão-Manso para Produção de Biodiesel, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, acredita que o investimento em pesquisa é fundamental para esse setor.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Hilton Rodrigues de Oliveira

21 de jan de 2014

Nos tempos dos meus avós e bisavós era feito sabão de pinhão manso. Eles diziam que este sabão era fabricado com as propriedades extraídas da cinza. Esta cinza depois de retirada do fogão a lenha era toda armazenada em um saco de tecido de algodão e depois colocava-se 3/4 de água dentro deste saco e deixava pingando em uma vasilha até que acumular uma certa quantidade. Depois de acumulado este líquido era usado para fazer o sabão de cinza feito com as amêndoas do pinhão pós esmagado e sem a casca. Tenho algum conhecimento de como fazer este sabão do pinhão, pois usávamos pra banhar e também como um produto medicinal pra coceiras, sarna, pereba que se falava na época.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!