WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Hotelaria brasileira tem novo sistema de classificação

A portaria entrará em vigor 30 dias após a publicação no Diário Oficial da União

O modelo padroniza a classificação por estrelas e reformula as categorias de hospedagem.

O Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem (SBClass), nova forma de classificar os hotéis brasileiros, foi regulamentado em uma portaria assinada no último dia sete pelo ministro do turismo, Pedro Novais. O modelo padroniza a classificação por estrelas e reformula as categorias de hospedagem, de acordo com as normas internacionais.

O Brasil já utilizava o sistema de classificação por estrelas, mas de forma desatualizada. Os critérios não diferenciavam os diversos tipos de hospedagem e a qualidade do hotel era avaliada pelos próprios estabelecimentos.

Agora, se uma pousada quiser pleitear uma estrela precisa trocar as camas em dias alternados, possuir estacionamento, recepção ativa por pelo menos 12 horas e políticas ambientais, como coleta seletiva e redução no consumo de energia. No caso de resorts cinco estrelas, é preciso apresentar colchões queen ou king size, TV por assinatura e internet em todos os quartos, sala de reuniões e eventos, serviços de massagem, sauna e, no mínimo, três restaurantes e três bares.

A adesão ao sistema não é obrigatória. Mas os estabelecimentos que não pleitearem ficarão sem classificação, que tem validade de 36 meses. Depois da aprovação dos documentos, serão realizadas inspeções por técnicos do Inmetro.

O professor Lairson Lopes Sena, no curso Como Administrar Hotéis, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, lembra que “a inclusão do hotel em um sistema oficial de classificação permite maior aceitação e segurança do cliente, por saber que estará em um ambiente certificado por quem entende de qualidade em termos de hotelaria.”

Os requisitos foram divididos em obrigatórios  e eletivos. Para ser classificado dentro da categoria pretendida, o meio de hospedagem precisa atender a 100% dos requisitos obrigatórios e, pelo menos, 30% dos eletivos. A portaria tem como objetivo adequar a rede hoteleira do país à demanda da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016.

Por: Clara Peron.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!