Fruticultura com cultivo consorciado anima agricultores

A agricultura familiar enquadra-se bem nesse modelo e, a partir da diversificação das culturas, ocorre um aumento na renda

 

Cultivo de mamão consorciado com café.

O cultivo irrigado e consorciado de goiaba, maracujá, mamão, milho, feijão verde e melancia mostra-se viável e impulsiona a agricultura, principalmente nos estados nordestinos. O sistema utiliza a irrigação localizada, por micro aspersão. Para o melhor rendimento deve-se fazer a análise do solo e o uso correto de nutrientes e agrotóxicos, que sejam classificados como limpos, não agridam ao meio ambiente e utilizados em quantidade mínima.

A agricultura familiar enquadra-se bem nesse modelo e, a partir da diversificação das culturas, ocorre um aumento na renda. O objetivo do cultivo consorciado é aproveitar o melhor período de plantio e safra de cada alimento. Isso permite uma maior produção e evita que a terra fique inutilizada.

Na fruticultura, as culturas de ciclo rápido são de 70 dias. O mamoeiro apresenta um ciclo de vida relativamente curto, e pode ser usado como cultura intercalar em plantios de diversas fruteiras de ciclo mais longo. Um exemplo de cultivo consorciado nessa estratégia é a utilização de mamão por um ano, de maracujá por dois e a fruteira permanente de goiaba, com produção de 20 anos.

Segundo o professor José Stanley, especialistas e consultor do FRUPEX - Programa de Apoio à Produção e Exportação de Frutas, Hortaliças, Flores e Plantas Ornamentais, nos estados da Bahia e do Espírito Santo, os produtores vêm utilizando o mamoeiro como cultura intercalar de outros plantios comerciais, como macadâmia, café, abacate, manga, citros, coco e goiaba.

“O mamoeiro pode também ser utilizado como cultura principal, sendo intercalado com outras que tenham ciclo mais curto, a exemplo de milho, arroz, feijão, batata-doce, amendoim e leguminosas para adubação verde”, explica o professor no curso Produção de Mamão, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Com esse processo é possível utilizar um menor espaçamento para um maior número de plantas. Essa metodologia teve o projeto pioneiro praticado no Vale do Rio São Francisco, na cidade de Petrolina (PE) e já é seguida por muitos agricultores da região.

 

Cursos Relacionados

Curso Produção de Mamão Curso Produção de Mamão

Com Prof. Especialistas do Frupex

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Goiaba Curso Produção de Goiaba

Com Prof. Pesquisadores da Goiabrás

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Irrigação em Frutíferas Curso Irrigação em Frutíferas

Com Prof. Dr. Márcio Mota e Prof. Dr. Rubens de Olive...

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Maracujá Curso Produção de Maracujá

Com Prof. Waldir Vicente dos Santos

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade