WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Frutas são matéria-prima para produção de plásticos automotivos

Além do material ser produzido a partir de uma fonte completamente renovável, a invenção traz muitas outras vantagens

O plástico a partir de fibras das frutas se apresenta como um jeito mais ecológico de reforçar plásticos automotivos.

Você consegue imaginar um carro feito a partir de frutas? Essa é a nova pesquisada anunciada pela Unesp – Universidade Estadual Paulista. Foi desenvolvido um tipo de plástico a partir de fibras da banana, abacaxi e das cascas do coco,  que se apresenta como um jeito mais ecológico de reforçar plásticos automotivos.

Alcides Leão, líder do grupo de pesquisadores, explica que as propriedades desse plástico são incríveis. “São muito leves e três a quatro vezes mais fortes do que o plástico comum”. Leão acredita que, em um prazo de dois anos, várias peças de carros, incluindo painéis e para-choques, serão feitas de nanofibras de frutas.

Os resultados do estudo foram apresentados recentemente na 241ª Reunião Nacional da American Chemical Society, na Califórnia. Nesse encontro, Leão relatou que o processo se baseia na obtenção de nanocelulose a partir de frutas e outros vegetais. Para obtê-la, os estudiosos colocam as folhas ou os caules da matéria-prima em um equipamento semelhante a uma panela de pressão, adicionando outros compostos químicos. A expectativa da equipe de cientistas é que o novo plástico possa, no futuro, substituir o aço e o alumínio.

No curso Produção de Abacaxi, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, o professor José Oliveira destaca que é grande o volume de resíduos nas indústrias que produzem sucos e doces. Atualmente, seu aproveitamento tem sido basicamente para a alimentação animal.

Mas, além do material ser produzido a partir de uma fonte completamente renovável, a invenção traz outras vantagens importantes. Os bioplásticos permitirão a redução do peso do veículo, com um ganho direto na economia de combustível. Outro destaque é que o material poderá trazer grandes benefícios à área médica, com uso em próteses e pinos, e até mesmo na substituição do Kevlar, material usado em coletes à prova de balas e capacetes militares. Também poderá ser utilizado pela indústria aeronáutica e na reposição de plásticos em geral.

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!