Finanças da família: como lidar com as dívidas

Análise dos gastos, corte do consumo e aumento da receita pelo aumento da carga de trabalho são algumas alternativas para quitar suas dívidas

Um bom planejamento das finanças da família, deve começar por reunir informações completas sobre tudo que diz respeito aos objetivos e prioridades

Um bom planejamento das finanças da família, deve começar por reunir informações completas sobre tudo que diz respeito aos objetivos e prioridades

Independentemente do poder aquisitivo ou do tamanho da renda familiar, é preciso que todos os membros planejem e controlem o uso do dinheiro, decidindo em que e como será gasto o dinheiro da família.

Um bom planejamento das finanças da família deve começar por reunir informações completas sobre tudo que diz respeito aos objetivos e prioridades, bem como aos meios necessários e disponíveis, sejam estes pessoais, familiares ou extra familiares.

Dívida é definida como uma obrigação que uma pessoa assume pagar. O valor da dívida a ser paga e, em quais condições, é acertada em decorrência do empréstimo tomado com uma instituição financeira ou, ainda, uma segunda pessoa.

Ao liquidar uma dívida, você está pagando duas coisas: a amortização, referente ao capital que foi tomado emprestado e os custos do dinheiro que são compostos de juros, correção monetária, taxas administrativas, impostos e seguro contra inadimplência. Neste cenário, contrair dívidas desnecessárias é um péssimo negócio. Psicologicamente, pode desestruturar e comprometer as relações afetivas na família, como um todo.

Como expor para a família a situação

Analise os gastos, os valores e os compromissos da família para descobrir onde está sendo gasto o dinheiro

Analise os gastos, os valores e os compromissos da família para descobrir onde está sendo gasto o dinheiro

Este é um assunto muito importante e requer o envolvimento de toda a família para que, compreendendo a real situação das finanças, todos queiram participar dos esforços de reestruturar a vida financeira, com maior comprometimento.

O problema é difícil e exige uma abordagem adequada. Assim, é preciso:

- Criar um ambiente propício, reservando hora, tempo e lugar para falar sobre o assunto;

- Reconhecer o problema e dimensioná-lo, adequadamente, examinando-o sob os mais diversos ângulos;

- Colocar-se diante do problema, de forma clara e objetiva, isto é, como você o vê e como se sente;

- Focalizar o problema sem fugir do assunto e concentrar-se em um aspecto de cada vez. Não trazer para a discussão assuntos alheios à pauta;

- Ouvir o (a) parceiro (a) e os filhos que estiverem reunidos;

- Definir as mudanças que se deseja fazer, de modo que possam ser postas em prática;

- Marcar e reservar tempo para o acompanhamento contínuo;

- Explicitar as formas de participação do grupo e de como fazer os possíveis ajustes.

A professora Nerina Aires Coelho Marques, coordenadora do Curso Finanças na Família - Administração e Controle, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, afirma que se a família já se conscientizou dos malefícios causados pelas dívidas e decidiu evitar situações que conduzam ao endividamento crônico, vai começar, daqui por diante, a reavaliar as prioridades da família e manter o orçamento equilibrado e sob controle.

Tente renegociar a dívida, prolongando o tempo de vencimento e reduzindo os valores

Tente renegociar a dívida, prolongando o tempo de vencimento e reduzindo os valores

Alternativas para resolver o problema

Se sua  família está inadimplente, existem algumas alternativas para resolver o problema:

- Tenha em mãos: seu orçamento atual, os gastos dos últimos seis meses, a projeção para os próximos seis meses e a relação dos ativos e passivos. A lista de valores da família também ajuda a definir uma direção.

- Analise os gastos, os valores e os compromissos da família para descobrir onde estão os “furos” ou “ralos” por onde escorre seu dinheiro.

- Corte ou reduza o consumo em quantidade e/ou em qualidade. Refaça o orçamento; analise as receitas disponíveis; reveja as prioridades; reavalie e ajuste o padrão de vida e dispense alguns serviços (faxineira e babá) que possam ser feitos pelos membros da família.

- Estude a possibilidade de aumentar as receitas pelo aumento da carga de trabalho; produção de bens e serviços com valor de mercado e ingresso de novos membros na força de trabalho.

- Tente renegociar a dívida, prolongando o tempo de vencimento e reduzindo os valores.

Quando o problema se resolver, tome cuidado para não voltar a gastar mais do que se ganha. É preciso precaver-se para evitar contrair novas dívidas. O caminho é um só, faça o planejamento financeiro com base na reavaliação de valores e em um padrão de vida realista, que leve em conta as necessidades e prioridades da família.

Por: Paula Tibúrcio

Cursos Relacionados

Curso de Matemática Financeira Curso de Matemática Financeira

Com Prof. Dr. Tancredo Almada

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso de Negociação - Técnicas e Estratégias de Sucesso Curso de Negociação - Técnicas e Estratégias de Sucesso

Com Prof. Nelson Maciel e Prof.ª Raquel Carneiro

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Finanças na Família - Administração e Controle Curso Finanças na Família - Administração e Controle

Com Prof.ª Dr.ª Nerina Marques

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Administração Financeira na Pequena Empresa Curso Administração Financeira na Pequena Empresa

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 498,00 à vista ou em até 12x de R$ 41,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade