WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Fim do subsídio à exportação beneficia produtores rurais brasileiros

Como o governo brasileiro não subsidia as exportações agrícolas, com o corte do subsídio à exportação, os produtores rurais serão capazes de exportar mais

 

Fim do subsídio à exportação

Com o fim do subsídio à exportação de produtos agrícolas, muitos produtores rurais serão beneficiados. O corte foi aprovado durante uma reunião da OMC, em dezembro do ano passado (2015), no Quênia, em Nairóbi. O principal motivo para a supressão do subsídio foi a concorrência desleal com países que concedem esse tipo de benefício.

O subsídio à exportação é um auxílio que o governo concede aos produtores rurais para que os custos com a produção sejam reduzidos. Segundo a Organização Mundial do Comércio - OMC, os países que não recebem esse benefício são prejudicados, pois não conseguem concorrer (páreo a páreo) com os que ganham os subsídios.

Como o governo brasileiro não subsidia as exportações agrícolas, com o corte, os produtores rurais brasileiros serão capazes de exportar mais, com preços mais acessíveis, principalmente para produtos como café, milho, soja, carne e açúcar.

Com isso, o término do subsídio, negociado pelo diretor-geral da OMC, Roberto Azevedo, aumentará a competitividade do Brasil no mercado internacional. É bom lembrar que os países que fornecem o subsídio terão até 2018 para dar fim ao benefício.

Entretanto, de acordo com o pecuarista Pedro de Camargo Neto, do mesmo modo, é preciso dar fim aos subsídios domésticos (auxílio para produção interna), como ocorre nos Estados Unidos com os produtores de soja.

Por Andréa Oliveira.

Fonte: G1.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!