WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Etanol a partir da mandioca é a nova pesquisa do Cerat

Ainda em fase de experimentação, os resultados já apontam que a produção do biocombustível dessa raiz possui uma excelente margem de lucro

 

A cada 5kg da raiz se produz um litro de combustível.

 

O alto valor energético da raiz da mandioca despertou pesquisadores para a avaliação de seu potencial como produtora de biodiesel. Diante dos últimos sete anos de pesquisa sobre essa planta, os resultados apontam que a produção de biocombustível advindo da mandioca é uma realidade cada vez mais próxima.

Mesmo em fase experimental, já se pode concluir que todos os tipos dessa raiz podem ser utilizados, mas a mandioca industrial, por possuir maior concentração de amido, é a mais indicada. O diretor do Cerat – Centro de Raízes e Amidos Tropicais, Cláudio Cabello, afirma que o inhame e a batata doce também têm boas possibilidades de utilização para a geração de etanol, mas nada comparado à intensidade da mandioca. “Ela possui diferenciais extremamente positivos, como a possibilidade de cultivo em diferentes regiões do país. Também não há, na planta, nenhum composto que iniba o processo biológico de fermentação alcoólica”, disse.

A Drª. Marney Pascoli Cereda, no curso Cultivo de Mandioca, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, sob sua coordenação, professora da Unesp e pesquisadora do Cerat, diz que “a mandioca apresenta uma série de vantagens em relação a outros cultivos, possui fácil propagação, elevada tolerância a longas estiagens, rendimentos satisfatórios mesmo em solos de baixa fertilidade, pouca exigência em insumos modernos, potencial resistência ou tolerância a pragas e doenças, elevado teor de amido nas raízes, boas perspectivas de mecanização, do plantio à colheita, sem grandes perdas na matéria seca e ainda permite consórcio com inúmeras plantas alimentícias e industriais”.

A tutora do Portal de Informação, Patrícia Tristão comenta que toda essa facilidade do manejo da mandioca permite que a margem de lucro seja excelente para o produtor rural. “Pelos dados da pesquisa, cada tonelada de mandioca pode produzir 200l de álcool, ou seja, a cada 5kg da raiz se produz um litro de combustível. O Brasil precisa aumentar sua produtividade”, comenta.

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Lenize

14 de jun de 2019

Olá boa tarde! Gostaria de mais informações sobre como fazer álcool da mandioca! Aguardo! Obrigado!

Resposta do Portal Cursos CPT

18 de jun de 2019

Olá Lenize,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Em breve, uma das nossas consultoras entrará em contato com informações e esclarecimentos.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!