WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Empresários espanhóis mostrarão interesse em energias limpas na Rio+20

Além de sustentável, a energia limpa pode ser viável economicamente

 

 A energia eólica pode se tornar uma das grandes fontes de energia do mundo. Foto: Deviantart.

Durante muito tempo, foi difícil despertar o interesse das empresas privadas na geração de energia limpa. Alegava-se que todas as fontes geradoras eram menos eficientes e mais caras do que as fontes tradicionais de energia, como o carvão e o petróleo. No entanto, nos últimos anos, alguns estudos têm demonstrado a eficiência das fontes de energia alternativa, o que têm despertado o interesse de muitas empresas.

O setor privado espanhol pretende apresentar na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, um projeto de investimento em energias renováveis como fonte de geração de emprego e uma rede de cidades inteligentes. A cúpula acontece no Rio de Janeiro, entre os dias 20 e 22 de junho.

O secretário espanhol de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento, Gonzalo Robles, destacou que a Espanha precisa estabilizar a legislação a respeito da geração de energia limpa e minimizar o risco de investimentos. A declaração foi feita durante o seminário “A contribuição do setor público-privado espanhol à agenda da Rio+20”, realizado em Madri.

No seminário, diversos empresários demonstraram interesse no desenvolvimento de energia sustentável. Eles afirmaram que a crise vivida pela Espanha nos últimos três anos dificultou bastante a ampliação da geração de energia limpa. Mas, ela está se tornando cada vez mais vantajosa do ponto de vista econômico, pois é autosuficiente, protege o ambiente e pode ser bem mais barata.

Também foi destacado que apenas a produção de energia eólica evitou que mais de 22,8 milhões de toneladas de CO2 fossem lançadas à atmosfera na Espanha. O país é atualmente um dos maiores produtores mundiais de energia eólica. Entretanto, como foi demonstrado no seminário e será apresentado na Rio+20, essa produção pode ser ainda maior, não só na Espanha, como no mundo inteiro.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!