WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Embrapa estuda matérias-primas para a produção de etanol celulósico

Empresa pretende aumentar a oferta do biocombustível a partir dos resíduos da própria produção

 

 Capim-elefante pode ser aproveitado na produção de etanol de primeira e de segunda geração. Foto: Embrapa.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) pesquisa um método mais eficiente e barato para a produção de etanol celulósico. O objetivo é conseguir desenvolver um processo sustentável para a produção do biocombustível, aproveitando os resíduos da própria produção, como o bagaço da cana-de-açúcar e do capim-elefante e a vinhaça.

O projeto é realizado pela Embrapa Agroenergia. A coordenadora do estudo, a pesquisadora Cristina Machado, explicou que ainda é necessário reduzir o custo de produção do etanol celulósico para que o produto chegue ao mercado. Além disso, pretende-se baixar o tempo gasto no processo para que o biocombustível possa chegar ao mercado.

A pesquisadora destacou que a equipe está bem preparada para encarar o desafio do projeto, que envolve diversas etapas. Para isso, serão envolvidos diversos profissionais da Embrapa Agroenergia, localizada em Brasília, DF.

O etanol celulósico, também chamado de etanol de segunda geração, é obtido a partir da fermentação do bagaço de cana, ou dos resíduos de outras matérias-primas usadas na fabricação do produto, como a beterraba, o milho e o capim-elefante (também usado in natura misturado ao bagaço de cana ou à vinhaça no processo de segunda geração). O processo é caro e demorado, mas pode representar uma boa alternativa para aumentar a oferta de etanol no país.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!