WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Cuidados com a criança adequam a atenção da babá à cada idade

Diga à criança o que ela pode e o que não pode fazer, de modo que saiba onde poderá explorar, bem como quais áreas são proibidas

De quatro a seis anos, o papel da babá é ser companheira.

Crianças são bastante curiosas. É fato que elas aprendem sobre o mundo interagindo fisicamente com os objetos que encontram. Gostam de tocar, sentir, explorar, verificar as propriedades das coisas colocando-as na boca. A tolerância exagerada com esse interesse inato, entretanto, representa um risco.

Quando têm menos de cinco anos, elas têm pouco senso de perigo e, mesmo sem querer, podem se colocar em situações de risco para saciar a curiosidade. Aquelas muito pequenas bebem qualquer coisa, sentem-se atraídas por objetos em movimento e que emitem ruídos interessantes. Como estão apenas começando a controlar o corpo, caem ou escorregam facilmente, além de  engatinhar em espaços pequenos. Assim, correm grande risco de sofrer acidentes.

Por isso, faça tudo que puder para tornar a casa segura. Instale plugues protetores nas tomadas; telas nas janelas; portinholas no alto e embaixo das escadas; barreiras em torno de lareiras ou outras fontes de calor. Coloque fechos fortes nas portas de armários para impedir que o bebê ingira remédios, produtos de limpeza ou cosméticos. Mantenha facas de corte e aparelhos elétricos fora de alcance e nunca deixe cordas acessíveis.

A professora Maria Lígia Rodrigues, no curso Treinamento de Babá, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, ressalta que é preciso garantir uma diversão segura. “A criança não vai aprender sem se envolver ativamente no mundo que a cerca, e isso sempre envolve algum grau de risco. Estimule-a a tentar novas atividades e a explorar, mas verifique sempre se está adequadamente equipada. Por exemplo, se está usando capacete ao andar de triciclo ou bicicleta, e se não está brincando em algum parquinho com cadarços desamarrados”, completa.

A babá deve se adequar a cada idade. De zero a um ano, por exemplo, ela precisa ser atenciosa,  estar alerta aos muitos cuidados que um bebê exige. De um a três anos, precisa ser bem disposta,  para ajudar a criança a engatinhar e andar.  De quatro a seis anos, o papel da babá é ser companheira. Ela pode ajudar em algumas situações do desenvolvimento, como na leitura de histórias. Depois dos seis anos, é preciso que a babá fique atenta ao comportamento da criança, que passa por grande desenvolvimento intelectual. Nessa fase, ter aptidões como saber navegar na internet, além de noções de segurança on-line é bastante interessante.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!