Criação de tambaqui busca por formas de cultivo sustentável

A melhoria tecnológica na criação permite maior eficiência no cultivo, preço mais acessível e oferta o ano todo

Por meio do aprimoramento das práticas de manejo e de gerenciamento ambiental, a piscicultura poderá associar o produto ao selo verde.

Por meio do aprimoramento das práticas de manejo e de gerenciamento ambiental, a piscicultura poderá associar o produto ao selo verde.

O projeto Aquabrasil, coordenado pela Embrapa, pesquisa formas sustentáveis de conduzir uma criação de peixes tambaqui, espécie que ocupa o primeiro lugar entre as cultivadas na Amazônia e terceiro lugar no Brasil.

As tecnologias que estão sendo desenvolvidas visam a melhoria do desempenho zootécnico por meio do melhoramento genético da espécie e o desenvolvimento de rações que atendam às exigências nutricionais utilizando ingrediente alternativos. Além disso, pretendem difundir boas práticas de manejo para minimizar o impacto ambiental, melhorar as condições sanitárias do produto final, bem como  identificar e desenvolver protocolos de tratamento para as principais doenças e agregar tecnologias para valorizar o produto, como o processamento industrial.

De acordo do o professor Manuel Vazquez  Vidal Junior, no curso Criação de Pacu e Tambaqui, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, “o tambaqui é reconhecidamente ávido e aproveita bem frutas como manga, goiaba, jaca, etc. As rações extrusadas são ideais para esse peixe, pois possuem grânulos expandidos e, por isso, flutuam. Seu aquecimento também aumenta a digestibilidade de alguns ingredientes, especialmente do amido contido no milho. Essa ração possui alta estabilidade na água e pode ser usada em comedouros automáticos”.

Manaus é a cidade que mais consome esse tipo de peixe no mundo e, atualmente, de cada cinco tambaquis comercializados na capital amazonense, quatro vem da piscicultura em cativeiro. Isso se deve à melhoria tecnológica na criação, que permite maior eficiência no cultivo, tamanho de peixe mais adequado para venda em um período de tempo menor, preço mais acessível e oferta o ano todo.

Por meio do aprimoramento das práticas de manejo e de gerenciamento ambiental, a piscicultura poderá associar o produto ao selo verde, que servirá como certificação da qualidade da produção e, consequentemente, abrirá novos mercados para exportação. As informações geradas pela pesquisa ficarão disponíveis por meio de publicações da internet.

Cursos Relacionados

Curso Criação de Tilápias Curso Criação de Tilápias

Com Prof. Dr. Manuel Vazquez JR

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Criação de Pacu e Tambaqui Curso Criação de Pacu e Tambaqui

Com Prof. Dr. Manuel Vazquez JR

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade