WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Correção do solo eficaz tem a participação de macro e micronutrientes

A ação de nutrientes está diretamente relacionada à presença de água no solo, pois os adubos se dissolvem nela para serem absorvidos pelas raízes

A calagem e a adubação proporcionam às plantas os nutrientes necessários ao seu pleno desenvolvimento.

O solo é o conjunto harmônico que inclui ar, água, minerais, matéria orgânica e seres vivos que, apesar de algumas variáveis, irão proporcionar o meio para crescimento das plantas, devido à sua capacidade de fornecer ar, água e nutrientes para suas raízes. O objetivo da calagem e da adubação do solo é proporcionar às plantas o ambiente e os nutrientes necessários ao seu pleno desenvolvimento.

Para que isso aconteça de forma eficiente, é preciso estar atento a alguns passos. O primeiro é a análise do solo. De posse dos resultados, deve ser feito a correção da acidez por meio da calagem ou da gessagem e só depois é feita a aplicação de adubos de acordo com a necessidade de cada ser ou agrupamento.

Os nutrientes necessário às plantas são classificados em dois grupos: os macronutrientes e micronutrientes. Os macro são aqueles consumidos em grande quantidade, sendo eles o nitrogênio, o fósforo, o potássio, o cálcio, o magnésio e o enxofre. Demandados em menor quantidade, mas também essenciais, estão os micro, zinco, boro, ferro, cobre, manganês, cloro e molibdênio, principalmente.

De acordo com o professor, Eduardo Elias Silva dos Santos, no curso Treinamento de Jardineiro, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, “a ação desses nutrientes está diretamente relacionada à presença de água no solo, pois os adubos se dissolvem nela para serem absorvidos pelas raízes. Isso quer dizer que a eficiência da adubação depende muito da irrigação”.

Existem diversos tipos de adubos. Eles podem ser químicos ou orgânicos. Os adubos químicos têm  origem mineral e se apresentam na forma de sais. Os orgânicos promovem uma liberação de nutrientes bem menor e de forma mais lenta, contribuindo na evolução da estrutura do solo.  “Os mais usados em jardinagem são o esterco de curral e o de galinha, que são de baixo custo e apresentam boa eficiência”, informa o professor, consultor e especialista em jardinagem e paisagismo.

Por: Ariádine Morgan

Curso CPT - Treinamento de Jardineiro

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!