WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Copa de 2014 é a chance de aumentar o consumo dos alimentos orgânicos

Como a sustentabilidade da agricultura orgânica já está bastante disseminada, não faltam consumidores, e os jogos poderão proporcionar uma maior adesão à esse cultivo

 

Essa é a oportunidade de fazer a grande revolução da agricultura orgânica.

 

O evento esportivo mundial, em 2014, poderá representar o primeiro passo firme da produção orgânica brasileira. Essa ideia positiva para a agricultura foi discutida na Semana Sebrae do Agronegócio. O encontro reuniu três importantes representantes do movimento dos produtores e defensores da agricultura sustentável no país, o ator Marcos Palmeira, proprietário da Fazenda Vale das Palmeiras, em Teresópolis, RJ, o agroempresário Joe do Valle, diretor da Fazenda Malunga, no Distrito Federal, e o agrônomo senegalês e criador da tecnologia social denominada Pais - Produção Agrícola Integrada Sustentável, Aly Ndiaye.

A Fifa, realizadora da Copa 2014, tem grande preocupação com a segurança alimentar tanto dos  jogadores, como de todos que participarão do evento, sejam eles turistas ou trabalhadores.  Como a  sustentabilidade já está bastante disseminada no Brasil e não faltam consumidores para os produtos orgânicos, os jogos poderão proporcionar uma fidelização no consumo desse cultivo.

“Vale lembrar que o sistema só será sustentável se os preços forem competitivos com o sistema convencional, apesar de os consumidores ainda estarem dispostos a pagar até 30% a mais por um produto orgânico”, disse Joe do Valle, que também é coordenador do curso Como Tornar sua Fazenda Orgânica, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

O maior desafio dos produtores agrícolas, fazendeiros e sitiantes praticantes da agricultura sustentável é a questão da integração e convergência das políticas públicas, necessárias para viabilizar o fornecimento dos alimentos às equipes de jogadores e trabalhadores da Copa. Mas para esses agricultores, referência brasileira em cultivo orgânico, é a oportunidade de fazer a grande revolução da agricultura.

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!