Conheça as mudanças no calendário de vacinação para 2016

Os principais motivos para as mudanças no esquema vacinal vieram da atual situação epidemiológica do país e da necessidade de atualização na indicação das vacinas

Calendario de vacinação

 

No dia 5 de janeiro de 2016, o MS - Ministério da Saúde divulgou algumas mudanças no Calendário Nacional de Vacinação. Os principais motivos para as alterações no esquema vacinal vieram da atual situação epidemiológica do país e da necessidade de atualização na indicação das vacinas. Com isso, a vacinação contra HPV, meningite, pneumonia e pólio passaram a seguir o novo esquema.

Calendário Nacional de Vacinação antes das mudanças

HPV

Antes, a vacina contra HPV (meninas de 9 a 13 anos) era aplicada em três doses. Sendo as duas primeiras doses aplicadas em um intervalo de seis meses e a terceira após 5 anos.

Meningite

No calendário anterior, a vacina contra a meningite era aplicada em duas doses. Uma aos 3 meses e outra aos 5 meses de vida, com reforço aos 15 meses.

Pneumonia

A vacina contra pneumonia era aplicada em três doses antes das mudanças. Uma aos 2 meses, outra aos 4 meses e a última aos 6 meses de vida, com reforço entre 12 e 15 meses.

Pólio

A imunização contra a pólio também era aplicada em três doses. As duas primeiras aos 2 e 4 meses (injetável) e aos 6 meses (oral - gotinha). Por fim, mais duas doses de reforço aos 15 meses e aos 4 anos (por via oral).

Calendário Nacional de Vacinação após as mudanças

HPV

Após as alterações no esquema vacinal, a vacinação contra HPV passou de três para duas doses - intervalo de 6 meses (meninas de 9 a 13 anos). Entretanto, não é preciso se preocupar, pois pesquisas comprovam que o esquema de duas doses obtém resposta de anticorpos idêntica ao de três doses.

Meningite

Somente o reforço contra meningite mudou de 15 para 12 meses de idade. As duas primeiras doses permanecem para os 3 e 5 meses de vida respectivamente.

Pneumonia

A vacinação contra pneumonia passou de três para duas doses. Uma aos 2 meses e outra aos 4 meses de vida, com reforço aos 12 meses. É bom ressaltar que a efetividade do novo esquema é idêntica à do anterior.

Pólio

A vacinação contra pólio ainda permanece em três doses. Mas a terceira dose passou de oral para injetável. É bom lembrar que as duas doses de reforço (15 meses e aos 4 anos) ainda continuam por via oral (gotinha).

Por Andréa Oliveira.

Fonte: G1.

Cursos Relacionados

Curso da Gestação ao Nascimento do Bebê Curso da Gestação ao Nascimento do Bebê

Com Prof.ª Luciana Fiel

R$ 378,00 à vista ou em até 12x de R$ 31,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso do Nascimento ao Primeiro Ano do Bebê Curso do Nascimento ao Primeiro Ano do Bebê

Com Prof.ª Luciana Fiel

R$ 378,00 à vista ou em até 12x de R$ 31,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Educação Infantil - Conhecimento de Mundo Curso Educação Infantil - Conhecimento de Mundo

Com Prof.ª Luciana Fiel

R$ 378,00 à vista ou em até 12x de R$ 31,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade