WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online
Cursos da Área Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Produção de Leite em Pasto Curso Prevenção e Controle de Mastite Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Melhoramento Genético de Gado de Leite Curso Manejo da Vaca Gestante no Parto e Pós-Parto Curso Como Produzir Mais Leite e Mais Bezerras Curso Bezerras de Raças Leiteiras - Do Nascimento ao Desaleitamento Curso Conforto Animal para Maior Produção de Leite Curso Cana Ureia - Alimento de Baixo Custo para Bovinos Curso Sistema Superintensivo de Produção de Leite em Pasto Curso Ordenha Mecânica Curso Shamballah - O Segredo da Alta Produtividade Leiteira Curso Produção de Leite em Confinamento Curso Controle de Carrapato, Berne e Mosca-dos-Chifres Curso Recria de Novilhas para Produção de Leite Curso Formação e Manejo de Capineira Curso Sistemas Silvipastoris - Consórcio de Árvores e Pastagens Curso Criação de Bezerros de Raças Leiteiras para Corte Curso Manejo Homeopático para Gado de Leite Curso Pastejo Rotativo em Capim-Elefante Curso Produção de Leite Orgânico Curso Pastoreio Voisin para Gado de Leite Curso Vacas Meio-Sangue para Produção de Leite Curso Manejo Sanitário de Bovinos para Produção Orgânica de Leite Curso Avaliação, Julgamento e Preparo de Vacas Leiteiras para Eventos Curso Produção de Vitelos Áreas Afins 30Gado de Corte 17Pastagens e Alimentação Animal Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Como produzir leite a pasto, na época da seca, com o mesmo potencial

Alternativas para a alimentação do gado de leite a pasto são a cana-de-açúcar misturada à uréia ou a silagem de milho

 

Se a vaca conseguir pastejar 2,5 kg de matéria seca por dia, equivalerá a 5 kg de leite.

 

A produção das forrageiras é estacional, variando em quantidade e qualidade nas diferentes épocas do ano. Normalmente, é possível produzir forragem em boa quantidade durante seis meses, dependendo da distribuição das chuvas e da temperatura.

Em sistemas irrigados, por causa da variação da temperatura, pode-se antecipar ou aumentar o período de pastejo. Mas,  a irrigação de pastagens só é viável economicamente se o custo for menor do que o valor da silagem de milho corrigida para proteína bruta.

Em algumas regiões há, ainda, o problema do fotoperíodo e da temperatura mínima, que limitam a resposta à irrigação durante a época da seca. Dessa forma, mesmo irrigando a pastagem, é preciso suplementá-la durante dois meses ou mais.

De acordo com pesquisas já comprovadas, a cana-de-açúcar corrigida com 1% de uréia é uma alternativa de suplemento muito viável, sendo melhor que capim passado, com mais de 60 dias de idade, para produção de volumoso. Essa tem digestibilidade em torno de 60%. É composta, enquanto matéria seca, com cerca de 50% de açúcares e 50% de fibra FDN, a fibra em detergente neutro. O teor de açúcares é totalmente aproveitado pelos micro-organismos do rúmen, porém, dos 50% de FDN, apenas 20% a 30% são digeridos. Ou seja, o valor energético da cana é de 60 a 65%.

Para o professor Dr. Fermino Deresz, no curso Produção de Leite a Pasto, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, “os 50% de FDN limitam o potencial da cana-de-açúcar como alimento volumoso exclusivo. Entretanto, a maioria dos produtores que utilizam a cana como suplemento deixa as vacas a pasto. Dependendo do mês do ano, o pasto ainda pode fornecer alguma parcela significativa no consumo de matéria seca, especialmente se o manejo do mesmo for em sistema rotativo. A combinação desses dois fatores permite o bom desempenho do rebanho. Se a vaca conseguir pastejar 2,5 kg de matéria seca por dia, equivalerá a 5 kg de leite. O restante da produção deve vir da suplementação concentrada, que dependerá do nível de produção”.

Quanto à opção de se cultivar cana-de-açúcar ou silagem de milho, a escolha vai depender das facilidades de equipamentos para silagem ou da topografia. Para um grande número de produtores, a cultura da cana-de-açúcar é a melhor opção para a época da seca. Entretanto, para aqueles com vacas de maior potencial de produção e que têm à disposição as facilidades de máquinas e equipamentos, a silagem de milho é a melhor escolha.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!