WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Carne de capivara é exótica e lucrativa

Criação do roedor também gera lucros com o aproveitamento do couro e da gordura

  A capivara tem manejo fácil e a criação requer pouco investimento. Foto: Baixaki.

Os animais exóticos têm ganhado espaço há pouco tempo no mercado. A falta de criadouros autorizados dificulta o acesso às carnes, que são comercializadas como verdadeiras iguarias nos restaurantes. Entre elas, provavelmente a mais popular é a de capivara, roedor nativo das matas brasileiras.

A capivara é um animal dócil, fácil de ser domesticado e de viver em cativeiro. Também é bastante resistente à doenças e possui manejo fácil e barato. O roedor pode ser abatido com até 18 meses, mas entre 10 e 12 meses é que se encontra na idade ideal, na qual a carne é mais magra e tem maior aceitação no mercado.

A carne da capivara é bem mais magra  e macia do que a bovina, rica em vitaminas do complexo B e proteínas. O sabor é muito característico e, por isso, é bastante procurada para o preparo de pratos especiais em restaurantes de culinária típica regional.

Mas não é só a carne da capivara que possui aceitação no mercado. Uma das vantagens da criação é exatamente o bom aproveitamento do animal, além do custo baixo e do manejo simplificado. O couro é resistente, elástico e pode ser usado na fabricação de luvas, sapatos cintos e outros artefatos de luxo. O produto possui uma boa aceitação e melhores preços no exterior e, por isso, costuma ser exportado. Já a gordura é matéria-prima para um óleo muito usado na indústria cosmética e farmacêutica.

A criação de capivara pode ser feita em consórcio com outras, como a de bovinos, peixes, frangos e outros animais. Quando atinge a idade para o abate, o animal chega a pesar entre 35 a 40 quilos, mas pode passar dos 60 quilos. O roedor pode ser comercializado de R$ 10 a R$ 12 reais o quilo do animal vivo.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Gilberto Foltran

5 de jun de 2019

Sou associado do Santa Mônica Clube de Campo, no Município de Colombo/PR, onde existem capivaras. Contratamos técnicos junto à Universidade Federal do Paraná, para a pesquisa de eventual existência de carrapato estrela, visto que na área onde estão as capivaras, circulam associados do Clube. Não foram encontrados carrapatos estrela. O órgão ambiental do Estado considera os animais existentes no clube como se estivessem em cativeiro. A nossa pretensão é a de fazer contato com empresas que comercializem a carne, para que possamos ajustar algum tipo de negócio, visto que estamos enfrentando cada vez mais reclamações pela degradação de algumas áreas utilizadas pelo animais. Assim, gostaria de alguma informação a respeito. Agradeço a atenção. Atenciosamente

Resposta do Portal Cursos CPT

6 de jun de 2019

Olá Gilberto Foltran,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Em breve, uma das nossas consultoras entrará em contato com informações e esclarecimentos em relação ao curso que será fundamental para o sucesso de vocês na atividade.

Atenciosamente,
VIctor Sampaio

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!