Cursos da Área Curso Gestão na Pecuária de Corte Curso Terminação de Bovinos em Pasto Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Nutrição de Bovinos de Corte Curso Alimentação de Bovinos de Corte Curso Como Avaliar Bovinos de Corte para Compra e Seleção Curso Cria de Bezerros de Corte Curso Bovinos de Corte em Confinamento - Instalações, Produção de Alimentos e Escolha dos Animais Curso Instalações e Equipamentos para Pecuária de Corte Curso Como Aumentar a Rentabilidade na Pecuária de Corte Curso Manejo Racional de Gado para Vaqueiro Curso Recria de Bezerros de Corte Curso Bovinos de Corte em Confinamento - Manejo e Gerenciamento Curso Transferência de Embriões e Fertilização in Vitro Curso Prevenção e Controle de Doenças em Bovinos - Verminose Curso Casqueamento e Correção de Aprumos em Bovinos Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Como Fazer uma Estação de Monta Curso Melhoramento Genético de Gado de Corte Curso Técnicas para Produzir mais Bezerros Curso Avaliação e Tipificação de Carcaças Bovinas Curso Cruzamento Industrial Red Angus X Nelore Curso Produção de Novilho Superprecoce Curso Produção de Novilho Precoce Curso Criação de Touros Curso Cruzamento Industrial Limousin X Nelore Áreas Afins 30Gado de Leite 17Pastagens e Alimentação Animal 2Produção Orgânica de Leite Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Bovinos de corte - desempenho do gado a pasto

O desempenho do gado de corte a pasto está relacionado ao valor nutritivo da forrageira, ao seu consumo, bem como à disponilibilade de pasto

O desempenho de bovinos destinados à produção de carne é resultado do ganho de peso médio diário e anual

A importância da alimentação para o ganho de peso do gado de corte tem relação direta com o valor nutritivo da forrageira, a ingestão de matéria seca (MS) e a disponibilidade de pasto. O desempenho de bovinos destinados à produção de carne é resultado do ganho de peso médio diário e do ganho anual. No caso de novilhos, o ganho de peso geralmente é acima de 1 Kg/dia, em pastagens temperadas, enquanto que em pastagens tropicais, manejadas intensivamente, esse ganho fica por volta de 700 g/dia.

Valor nutritivo da planta forrageira

O valor nutritivo da forragem refere-se à sua composição química e à sua digestibilidade. As forrageiras tropicais, por exemplo, se apresentam, geralmente, com baixos níveis de proteínas, baixa digestibilidade, alto conteúdo de fibra, alta quantidade de fibra indigestível e pequenas concentrações de minerais.

Segundo o Professor Adilson de Paula Almeida Aguiar, coordenador do curso Engorda a Pasto, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, uma melhoria do valor nutritivo da forragem pode ser obtida quando se reduz o intervalo entre pastejos e quando é permitido ao animal elevada seletividade da forragem disponível. A utilização da forragem no estádio certo pode elevar o ganho de peso dos animais em pastejo.

É muito comum que pecuaristas queiram saber, dentre as várias forrageiras usadas em pastagens, qual ou quais são as de melhor valor nutritivo e qual é a que possui maior teor de proteína bruta (PB). Mas pesquisas mostram que, quando comparado o valor nutritivo de cada uma delas, as diferenças entre as forrageiras são pequenas.

Consumo de forragem

As variações no consumo de matéria seca produzem mais impacto na produção animal do que as variações na composição da forragem. O desempenho animal a pasto é função direta do consumo de MS digestível, sendo que 60 a 90% dos resultados decorrem da variação no consumo, enquanto apenas 10 a 40% advêm das flutuações na digestibilidade da MS. Dessa forma, a contribuição relativa do consumo de MS para o desempenho animal é, em média, três vezes maior em relação à digestibilidade.

Dentre as características das forragens, as de maior importância são aquelas que determinam o consumo voluntário e nutrientes digestíveis. Considera-se, dessa forma, que o consumo restrito de nutrientes é o principal fator que limita a produção animal. Assim, o consumo máximo de MS de forragem esperado é de 3,5 a 4% do peso vivo, que ocorrerá somente em um pasto verde, de alta qualidade e disponível em quantidade suficiente.

Disponibilidade de pasto

Em sistemas de produção de bovino a pasto, o consumo está sob forte influência da disponibilidade de forragem. Esta é denominada por pressão de pastejo. No manejo da pastagem, a pressão de pastejo é o fator que define o rendimento da forragem e a produtividade animal, ou seja, o número de animais por unidade de forragem disponível. O nível de oferta, aparentemente recomendável, para maximizar a produção/animal está entre 1.500 e 2.500 Kg de matéria seca verde por hectare, em pastejo contínuo, ou 5 a 7,5 Kg de matéria seca verde por 100 Kg de peso vivo em pastejo em faixa.

Confira mais informações, acessando os cursos da área Gado de Corte.

 

 

 

Cursos Relacionados

Curso Como Avaliar Bovinos de Corte  para Compra e Seleção Curso Como Avaliar Bovinos de Corte para Compra e Seleção

Com Prof. Carlos Henrique Cavallari Machado e Prof. Lu...

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Bovinos de Corte em Confinamento - Instalações, Produção de Alimentos e Escolha dos Animais Curso Bovinos de Corte em Confinamento - Instalações, Produção de Alimentos e Escolha dos Animais

Com Prof. Gilmar Ferreira

R$ 468,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Patrícia Knebelkamp

8 de mar de 2019

Bom dia! Qual é a data desta publicação?

Resposta do Portal Cursos CPT

11 de mar de 2019

Olá, Patrícia!

Obrigada pela visita e comentário em nosso site. A matéria foi publicada no dia 04/03/2013.

Atenciosamente,

Lorena Tolomelli

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos