WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

As atuais e reais condições das nascentes

Como estão os mananciais e o que precisamos saber para preservá-los adequadamente

O reflorestamento é uma saída para a recuperação das áreas de mananciais.

O reflorestamento é uma saída para a recuperação das áreas de mananciais.

Hoje, no dia da árvore, há várias manifestações com o objetivo de alertar a população para o cuidado com o meio ambiente. A distribuição e o plantio de mudas são alguns dos atos comemorativos. Eles são importantes, pois lembram sobre a importância da preservação da mata nativa, inclusive nas áreas de nascentes e mananciais. Já que a degradação desses recursos naturais tem provocado prejuízos às florestas e aos moradores das zonas rural e urbana.

Mesmo sendo notória a impossibilidade de existência humana sem a água, o desperdício no uso desse bem natural e a poluição dos cursos d'água ainda são constantes. Dados da ONU – Organização das Nações Unidas mostram que até 2025, se os atuais padrões de consumo se mantiverem, duas em cada três pessoas no mundo vão sofrer escassez moderada ou grave de água. Assim, pode-se dizer que não restam dúvidas quanto à responsabilidade que recai sobre a geração atual de proteger os recursos hídricos de nosso planeta.

No que diz respeito às nascentes, atualmente, há alguns fatos preocupantes. De modo geral, percebe-se, por exemplo, que o número de nascentes está diminuindo e a vazão delas está decrescendo ao longo do tempo. No curso Recuperação e Conservação de Nascentes, elaborado pelo CPT – Centro de Procuções Técnicas, o professor Paulo Sant'Anna Castro explica que essas ocorrências são atribuídas ao desmantamento intensivo, às queimadas, ao pastoreio desordenado, ao loteamento em locais impróprios, entre outros fatores, inclusive ao reflorestamento mal planejado.

O reflorestamento é uma saída para a recuperação das áreas de mananciais. Ele é necessário, mas deve ser feito de forma correta. De acordo com o especialista em hidrologia florestal, de todos os tipos de vegetação, a cobertura florestal é a que mais influencia no regime das nascentes. Ela pode interferir positiva ou negativamente. Por isso, é importante conhecer as técnicas para combinar os diferentes tipos de vegetação e saber quais as formas de distribuí-la pela área de drenagem, de modo a não prejudicar as nascentes.

Por Luci Silva

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!