WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Aprenda a preparar o chá mate

Bebida ajuda na prevenção de tumores, reduz os riscos de diabetes e problemas cardíacos e elimina gorduras

 

 O tererê, ao contrário do chimarão, é feito com água fria. Foto: Wikipédia.

Em matéria recente publicada pelo portal CPT – Centro de Produções Técnicas, na terça-feira, 31 de janeiro, destacamos os benefícios da erva-mate (Ilex paraguariensis). O consumo da planta nativa do Brasil, que se tornou um hábito dos brasileiros de todo o país, foi associado por diversos pesquisadores à redução nos níveis de colesterol, gorduras e glicose. Portanto, é um grande auxiliar na prevenção e no tratamento da diabetes, de problemas cardíacos e na diminuição do peso.

Além disso, tem propriedades antioxidantes, que atrasam o envelhecimento das células e evitam a multiplicação acelerada delas. Isto resulta em uma redução significativa nas possibilidades de desenvolver câncer, sobretudo quando ligado à predisposição genética.

Mas a química Maria Luiza Sartório, especialista em plantas medicinais, professora do curso Farmácia Viva – Utilização de Plantas Medicinais, alerta que nenhuma planta deve ser consumida sem conhecimento prévio e uma consulta médica. Também é muito importante ficar atento ao preparo e à dosagem. No caso da erva-mate, o preparo varia muito de região para região, assim como o nome dado à bebida. Assim, toma-se tererê, chimarrão ou chá mate, quente, frio ou gelado. Não importa a preferência, o resultado é o mesmo.

O mais importante é que ele esteja sempre fresco e guardado em geladeira, por no máximo 12 horas. No caso do chimarrão, a água quente é adicionada à cuia e a bebida é ingerida nesse momento, e é feita com a erva verde, levemente ressecada e processada. O tererê é feito com o mesmo tipo de erva, mas com água fria. Já o chá mate é preparado com a erva mais seca, dissolvida em água quente e ingerido depois de alguns minutos.

Nos dois casos, a água precisa estar quente, com temperatura média de 80ºC, mas não deve ser fervida. A medida é de uma colher de sobremesa cheia para meio litro de água na produção do chá. No caso do tererê e do chimarrão, a medida é um pouco maior. O recomendado é consumi-los de duas a três vezes ao dia, numa porção média de 300 ml.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!