WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Aprenda a cuidar das unhas

Nem sempre uma unha bonita é sinal de saúde

 

 É recomendado que se faça um intervalo de pelo menos 3 dias sem esmalte.

Quase todas as mulheres se preocupam em andar sempre com unhas bonitas, bem feitas, bem pintadas e saudáveis. É um verdadeiro terror quando elas quebram, descamam, lascam ou surgem infecções e manchas. Para que nada disso aconteça, é muito importante seguir alguns cuidados básicos. As unhas são feitas de queratina, a mesma proteína que reveste a nossa pele e, por isso, apesar de ser mais firme, precisa de atenção semelhante.

Um dos maiores problemas com as unhas é a descamação, por causa da retirada das cutículas, causada pelo envelhecimento ou pelas agressões químicas. Além disso, algumas doenças podem causar o mesmo efeito, como micoses, psoríase e a falta de nutrientes. Segundo os dermatologistas, os produtos químicos, como esmaltes e acetonas, são considerados agressores, pois provocam o enfraquecimento das unhas.

Portanto, é importante dar um descanso às unhas, ficando alguns dias sem usar esmaltes ou outros produtos de tempos em tempos. Outra dica é dar preferência aos removedores de esmalte ao invés da acetona. Ela é muito abrasiva, causando a descamação, a perda do brilho e de nutrientes. Já o removedor além retirar o esmalte sem danificar a unha, ainda ajuda a hidratar.

No caso das cutículas, os médicos recomendam não remover, mesmo que esta seja a opção de muitas mulheres. Ela ajuda a proteger de agentes infecciosos, e caso inflame pode comprometer toda a estrutura da unha. É possível remover só a parte externa da cutícula, mas ainda não é o ideal. Em algumas pessoas a inflamação nas cutículas podem causar danos irreversíveis.

Outro ponto controverso em relação às unhas é quanto ao corte e ao formato. A lixa, fiel copanheira de muitas mulheres, só deve ser usada, segundo os dermatologistas, nas extremidades para diminuir o tamanho e dar forma, e não na parte de cima, pois pode causar descamação e perda de brilho, assim como a acetona. O formato quadrado ajuda a não encravar os cantos das unhas.

A professora do curso Capacitação de Manicure e Pedicure, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, Mitsue Mary Ávila Watanabe, recomenda sempre usar materiais esterelizados e escolher bem o salão antes de fazer as unhas fora de casa. Outra dica é usar hidratantes para evitar o ressecamento. Alguns, inclusive, são feitos especialmente para as unhas.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!