WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

O antes e o depois da colheita são decisivos na produção de arroz

Pequenos detalhes, como umidade e temperatura de secagem, podem influenciar na produtividade

 A umidade dos grãos deve ser observada no momento da colheita.

O momento da colheita é o mais aguardado em qualquer cultura. É quando os produtores aferem os resultados de um longo tempo de cultivo. Mas o período anterior e posterior a ela podem ser decisivos quando se trata da produtividade, sobretudo no caso do arroz, que requer cuidados bem específicos.

Não se pode deixar de lado, por exemplo, o tempo de secagem, a umidade e a regulagem das máquinas. Estes elementos podem definir o sucesso da safra. De acordo com o pesquisador José Alberto Noldin, o produtor precisa analisar a lavoura para saber a melhor época para a colheita. A referência comum é a umidade dos grãos, que deve estar entre 18 e 20% se for para ser utilizado na indústria, e em torno de 20 a 23% se for usado na produção de sementes.

Neste caso, a irrigação deve ser suspensa antes da colheita para que não haja mais lâmina d'água. O produtor precisa ficar atento também às condições do solo. É melhor não colher depois de um período chuvoso, por exemplo.

O pesquisador Afonso Peche, Diretor do Centro de Mecanização e Automação Agrícola do Instituto Agronômico de Campinas, professor do curso Mecanização em pequenas propriedades, produzido pelo CPT- Centro de Produções Técnicas, afirma que a correta regulagem das máquinas pode evitar perdas de até 10%.

José Alberto Noldin explica que após a colheita, o arroz precisa passar por uma secagem para reduzir a umidade a 13%. A secagem do arroz para a produção de sementes necessita ser feita numa temperatura de 40 a 50°C. Já para a indústria a temperatura fica em torno dos 100°C. O ambiente de armazenamento deve ser mantido com baixa umidade para evitar a proliferação de fungos.

 

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!