WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Adubação verde aumenta a produção e protege o solo

Programa Bancos Comunitários de Sementes de Adubos Verdes, do Mapa, incentiva o uso sustentável do solo

Foram distribuídas sementes de crotalária juncea, feijão guandu e mucuna preta, leguminosas com grande capacidade de adaptação.

Agricultores que utilizam o adubo verde em suas plantações orgânicas têm terra fértil e pronta para a produção de alimentos sustentáveis, de forma a não prejudicar o solo. O uso desse tipo de fertilizante é uma prática antiga, conhecida por chineses, gregos e romanos há milênios.

A técnica é baseada no plantio de espécies que fixam o nitrogênio, preparando o terreno com nutrientes para outros cultivos, ao contrário do adubo químico, que visa apenas o aumento da produção. O professor Shiro Miyasaka, no curso Agricultura Natural, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, afirma que “a adubação verde está associada a quatro pontos básicos nos diferentes sistemas agrícolas. A cobertura e proteção do solo; manutenção e/ou melhoria das suas condições físicas, químicas e biológicas; aração biológica e introdução de micro vida em profundidade; bem como o uso eventual da fitomassa produzida na alimentação animal ou em outras finalidades”.

O Mapa – Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, em conjunto com a Embrapa e o MCT – Ministério da Ciência e Tecnologia fomentam, desde 2007, um projeto para disseminar o uso dessa forma de adubação. O Programa Bancos Comunitários de Sementes de Adubos Verdes já está presente em 16 estados e no Distrito Federal.

Os agricultores ou entidades participantes assinam um termo de compromisso no qual afirmam produzir, pelo menos, a  mesma quantidade que receberam, para que seja formado o banco familiar ou comunitário.

Na primeira fase do programa, foram distribuídas sementes de crotalária juncea, feijão guandu e mucuna preta, tipos de leguminosas mais populares, com maior capacidade de adaptação a diferentes condições de solo e clima. Essas variedades serão ampliadas no próximo ano.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!