WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

#fiqueemcasa Vamos nos unir nessa corrente: só o conhecimento constrói o amanhã!

Acordo com a FAO prevê investimentos de R$ 3 milhões na agricultura familiar

Convênio entre organismo da ONU e o governo brasileiro deve fortalecer a agricultura da América Latina

 

 A FAO e o MDA pretendem desenvolver a agricultura familiar na América Latina. Foto: Wikipedia.

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e a Alimentação (FAO) assinaram um convênio para fortalecer a agricultura familiar na América Latina e no Caribe. O acordo prevê investimentos de R$ 3 milhões no próximos anos.

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, afirmou que as políticas públicas brasileiras desenvolvidas para a agricultura familiar despertam o interesse de diversos países da região. Ele acredita que elas podem servir de modelo para que os países latino-americanos e caribenhos possam  criar seus próprios sistemas produtivos.

De acordo com o ministro, o Brasil pretende que os países integrantes do convênio estimulem a atividade rural de modo produtivo para impulsionar o crescimento da economia. Segundo ele, se os países vizinhos fortalecerem a agricultura familiar, o Brasil também se beneficiará.

Para Pepe Vargas, o desenvolvimento da agricultura familiar é que será a grande via para o fim da pobreza no Brasil e no mundo. Ele destacou que 4,3 milhões de agricultores produzem mais de 70% dos alimentos produzidos no país. Além disso, 74% dos empregos rurais são criados pela agricultura familiar.

O diretor da FAO, José Graziano, afirmou que a segurança alimentar será incluída na pauta do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) no segundo semestre. Ele ressaltou que muitos conflitos internos e entre as nações acontecem por problemas ligados à alimentação. Por isso, existe a necessidade de se prover a segurança alimentar em todos os países.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!