WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

4 milhões de pessoas devem se tornar empreendedoras até 2015

De acordo com o Sebrae, o número de empreendedores individuais deve subir de 33% para 40% das pequenas empresas

 

Cada vez mais pessoas têm procurado pela formalização do trabalho. Foto: Agência Sebrae.

O número de brasileiros que buscam a independência financeira cresceu bastante nos últimos anos. Depois que a atividade foi legalizada, muitos trabalhadores que viviam na informalidade regularizaram a situação e muitos deles hoje estão evoluindo para o status de microempresas. E a expectativa é que esse mercado só aumente.

De acordo com dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o número de empreendedores individuais deve atingir 4 milhões até 2015. Se tal resultado se confirmar, eles passarão de 33% para 40% das pequenas empresas (incluindo empreendedores individuais, micro e pequenas empresas) do Brasil.

O presidente do Sebrae, Luiz Barreto, acredita que o aumento do número de empreendedores individuais deve exigir novas estratégias específicas para melhorar o ambiente de negócio no país, incentivando mais pessoas a abrirem o próprio negócio.

Apesar dos benefícios da formalização, o crescimento do número de empreendedores individuais requer cuidados. Segundo o Sebrae, esse tipo de empreendimento possui no máximo um funcionário, gerando bem menos empregos formais. Além disso, o grande número de empreendedores formalizados se deve também à prática de empresas convencerem funcionários a se transformarem em pessoas jurídicas e a terceirizarem o serviço.

Os empreendedores individuais são as pessoas que trabalham sozinhas ou com no máximo um funcionário e possuem faturamento de até R$ 60 mil por ano. Em 2011, os principais registros foram de vendedores de roupas, acessórios e alimentos, cabeleireiros, costureiros, pedreiros e nos serviços de manutenção de computadores.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

ELISANGELA QUERINO ALMEIDA

2 de jan de 2013

Registrei firma como microempreendedora, estou precisando de um empréstimo para realizar a compra de uma pequena floricultura. Quanto eu poderia conseguir e como? A quem recorrer? Espero resposta.

Resposta do Portal Cursos CPT

7 de jan de 2013

Olá, Elisângela!

Ficamos felizes por sua visita e comentário em nosso site.

Recomendamos que procure uma instituição credora de sua cidade ou região para esclarecer todas as suas dúvidas em relação ao crédito para micro empresas.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!