WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Estrelas Além do Tempo (2017)

Pela simpatia das personagens e por suas pequenas vitórias, é impossível para o público não se emocionar ou torcer para que essas mulheres sejam reconhecidas pelo seu trabalho

Filme Estrelas Além do Tempo

1961. Em plena Guerra Fria, Estados Unidos e União Soviética disputam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lida com uma profunda cisão racial, entre brancos e negros. Tal situação é refletida também na NASA, onde um grupo de funcionárias negras é obrigada a trabalhar a parte. É lá que estão Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA.
 
O longa traz a história de três matemáticas, negras, que enfrentam o preconceito racial dentro da NASA. Mas, por mais que a segregação racial esteja escancarada em vários sentidos, tal história representa também o quão obtusa pode ser a humanidade frente aos preconceitos enraizados por décadas (séculos?). Afinal de contas, como uma instituição como a NASA, onde a Ciência é estudada e valorizada, pôde se render a tal comportamento por tanto tempo?
 
O roteiro do filme, consegue prender o público, primeiro pela simpatia das personagens e depois por suas pequenas vitórias obtidas mediante a um cenário social racista, é impossível não se emocionar ou torcer para que essas mulheres sejam reconhecidas pelo seu trabalho.
 
Com ótimas atuações e uma trilha sonora assinada pelo craque Pharrell Williams, o longa metragem dirigido pelo cineasta Theodore Melfi, de um Santo Vizinho, é um daqueles belos filmes.
 
Estrelas Além do Tempo, tem uma boa escolha de trilha sonora, um elenco em geral equilibrado e uma poderosa mensagem. A exposição dessas figuras escondidas no mundo da tecnologia (ou em qualquer área do conhecimento) precisam mesmo chegar a conhecimento público, ajudar a compor o imaginário da sociedade do século XXI, trazendo cada vez mais a noção do quanto a segregação tirou da humanidade, impedindo-a de crescer rápido.
 
Por fim, só podemos dizer que a história é muito bem contada, tem a força de sua leveza com os arranjos cinematográficos que ficam encaixados matematicamente perfeitos no grande carisma que os personagens possuem.   
 
Lançamento: Fev/2017.
 
Gênero: Drama, Biografia.
 
Nacionalidade: EUA.
 
Direção: Theodore Melfi.
 
Roteiro: Margot Lee Shetterly.
 
Elenco: Taraji P. Henson, Octavia Spencer, Janelle Monáe, Kevin Costner, Kirsten Dunst, Aldis Hodge, Jim Parsons, Mahershala Ali.
 
Por Ana Carolina dos Santos.
 
Fontes: Adoro Cinema, CinePop, Plano Crítico.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!