WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão
Cursos da Área Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Produção de Leite em Pasto Curso Prevenção e Controle de Mastite Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Melhoramento Genético de Gado de Leite Curso Manejo da Vaca Gestante no Parto e Pós-Parto Curso Como Produzir Mais Leite e Mais Bezerras Curso Bezerras de Raças Leiteiras - Do Nascimento ao Desaleitamento Curso Conforto Animal para Maior Produção de Leite Curso Cana Ureia - Alimento de Baixo Custo para Bovinos Curso Sistema Superintensivo de Produção de Leite em Pasto Curso Ordenha Mecânica Curso Shamballah - O Segredo da Alta Produtividade Leiteira Curso Produção de Leite em Confinamento Curso Controle de Carrapato, Berne e Mosca-dos-Chifres Curso Recria de Novilhas para Produção de Leite Curso Formação e Manejo de Capineira Curso Sistemas Silvipastoris - Consórcio de Árvores e Pastagens Curso Criação de Bezerros de Raças Leiteiras para Corte Curso Pastejo Rotativo em Capim-Elefante Curso Manejo Homeopático para Gado de Leite Curso Produção de Leite Orgânico Curso Pastoreio Voisin para Gado de Leite Curso Manejo Sanitário de Bovinos para Produção Orgânica de Leite Curso Vacas Meio-Sangue para Produção de Leite Curso Avaliação, Julgamento e Preparo de Vacas Leiteiras para Eventos Curso Produção de Vitelos Áreas Afins 30Gado de Corte 17Pastagens e Alimentação Animal Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Suplementos minerais e vitaminas para rebanho de leite

A suplementação vitamínica na ração garante uma melhor resposta ao potencial leiteiro

A suplementação de vitamina E e Se reduz as taxas de mastite e melhora a resposta imunológica.

A suplementação alimentar com vitaminas E e Se, reduz as taxas de mastite e melhora a resposta imunológica.

Fornecer uma dieta balanceada para animais de um rebanho leiteiro requer o uso suplementar de minerais e vitaminas. Eles têm importância nas funções estrutural (estrutura do tecido ou de compostos orgânicos) e metabólica, ou seja, participando do metabolismo dos outros nutrientes da dieta.

O produtor pode fazer uso de núcleos minerais comerciais ou preparar a mistura mineral na própria fazenda; neste caso, deve ficar atento quanto à idoneidade dos ingredientes adquiridos (qualidade) e à homogeneidade da mistura. Adquirindo o núcleo mineral, basta misturar o concentrado antes do fornecimento.

Vitamina E e selênio (Se), têm função antioxidante na membrana celular, portanto, protegem as células contra a oxidação. As deficiências clássicas de vitamina E incluem a anemia, doenças musculares e inflamação do tecido adiposo. A vitamina E, é concentrada no colostro e transferida para a cria.

A deficiência de Se (selênio) causa distrofia muscular. O Se é transferido para o feto por meio da placenta.

As fontes de vitamina E são as plantas e os óleos vegetais, enquanto o teor de Se nos tecidos das plantas é dependente de sua disponibilidade no solo. O aumento do uso de subprodutos na dieta animal pode alterar o balanço nutricional de vitamina E e Se no rebanho.

Estudos sugerem a suplementação de vacas e novilhas com vitamina E e selênio (Se), baseando-se no atual mérito genético (maior exigência), pelas suas funções antioxidantes e imunológicas.

A vitamina E apresenta ainda a função nutracêutica (atividade farmacológica quando administrada em dosagem acima do recomendado) e de “nutriente de condição”, neste caso, condições de estresse e uso de outros nutrientes (gordura) podem aumentar o requerimento de vitamina E.

É conhecido seu efeito na suplementação de novilhos de corte, com 500 UI/dia sobre a durabilidade da carne, e, dose de 1.000 – 2.000 UI/dia, por vaca em lactação, pode garantir a estabilidade no sabor do leite. Esses  níveis de vitamina E, potencialmente excedem a quantidade requerida pelos animais, ainda que produzam um efeito benéfico sobre o produto.

A suplementação com vitamina E tem mostrado efeito positivo sobre animais sob condição de estresse gerado após transporte ou por condição climática, assim como, na redução da taxa de retenção de placenta e edema de úbere em vacas de leite.


A suplementação de vitamina E e Se reduz as taxas de mastite e melhora a resposta imunológica.

Ambos podem ser fornecidos por via injetável ou na dieta. A suplementação na dieta, na proporção de 0,3 mg/kg de MS de Se, 40 a 120 UI de vitamina E por kg de MS, são as doses recomendadas. Doses mais altas de vitamina E devem ser usadas em dietas fornecidas no pré-parto.

A necessidade de suplementação com vitamina E aumenta quando o consumo de forragens verdes é reduzido, enquanto a com Se pode ser necessária quando os animais pastejam ou recebem forragens produzidas em solos com deficiência em Se. É importante lembrar que o excesso de vitamina E é desperdício e o Se em excesso apresenta toxicidade.

Por: Ana Carolina dos Santos

Aprimore seus conhecimentos:

- Conheça o Curso CPT Manejo da Vaca Gestante no Parto e Pós-Parto

- Conheça os Cursos CPT da área Gado de Leite

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!