Podridão Negra: como combatê-la em orquídeas?

A Podridão Negra é, sem dúvida, uma das mais perigosas doenças das orquídeas. O seu ataque é rápido e violento, liquidando brotos e folhas em pouco tempo

Podridão Negra: como combatê-la em orquídeas?   Dicas Cursos CPT

 

A Podridão Negra é, sem dúvida, uma das mais perigosas doenças das orquídeas. O seu ataque é rápido e violento, atingindo, inicialmente, o sistema radicular (rizomas, gemas e pseudobulbos) e posteriormente as folhas, afirma Waldyr Fochi Endsfeldz, professor do Curso a Distância CPT Cultivo de Orquídeas para Fins Comerciais ou Hobby, em Livro+DVD e Curso Online. Trabalham à noite e são super vorazes, liquidando brotos e folhas em pouco tempo.

A penetração do fungo no vegetal provoca, pelo contato com a seiva, uma proliferação acentuada dos micélios e rapidamente toma conta de todo o vegetal. Ela aparece principalmente no inverno e ambiente úmido. Seu ataque apresenta sobre a planta, uma massa pardacenta e de odor desagradável.

O que fazer


- Retirar do meio das plantas, todas as plantas suspeitas de estarem contaminadas.
- Destruir as plantas muito atacadas, queimando-as, de preferência.
- Queimar também todo o substrato retirado dos vasos.
- Desinfetar os vasos depois de limpos, por imersão em solução de hipoclorito de cálcio, a 10%,
Dithane e produto à base de cloro.
-  Nas  plantas  maiores,  parcialmente  atacadas,  pode-se  tentar  fazer  mudas,  desde  que  se  tenha condições de cortar pedaços das plantas além dos tecidos atacados.
- Não esquecer de flambar a tesoura em chama azul.
-  Promover  um  bom  espaçamento  e  ventilação  das  plantas  (centro  do  telado),  observando cuidadosamente se não há mais vestígios do problema.
- Parar totalmente as regas, se possível até por 30 dias.
-  Banhar  as  plantas  por  imersão  em  até  30  minutos  (as  que  estavam próximas  às  atacadas),  em solução de 1:50 litros de “Candida” ou “Q-Boa”.
- Cortar com cuidado as partes atacadas, queimando-as.
-  A  parte  sadia,  replantar  em  substrato  novo,  depois  de  desinfetá-las, mantendo-as  secas  por  30 dias (somente pulverizar as folhas).
- Aplicar sobre esse substrato e rizoma dois pacotinhos de canela em pó.
- Proceder a vigilância constante das plantas até ter certeza da total eliminação da doença.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Floricultura.
Por Silvana Teixeira.

Cursos Relacionados

Curso Como Produzir Rosas Curso Como Produzir Rosas

Com Prof. Dr. José Geraldo Barbosa

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo de Orquídeas para Fins Comerciais ou Hobby Curso Cultivo de Orquídeas para Fins Comerciais ou Hobby

Com Prof. Waldyr Fochi

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção Comercial de Lírios, Gladíolos e Amaryllis Curso Produção Comercial de Lírios, Gladíolos e Amaryllis

Com Prof. Dr. José Geraldo Barbosa

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Dicas Cursos CPT

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade