WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Pães e vinhos: como harmonizá-los?

A regra para harmonizar pães e vinhos é simples: os sabores do pão e do vinho devem ser complementares e não se sobreporem

Pães e vinhos


 

A harmonização do pão e do vinho fazem parte da história da humanidade e está presente, inclusive, na Bíblia Sagrada, representando o corpo e o sangue de Cristo. A regra para harmonizar pães e vinhos é simples: os sabores do pão e do vinho devem ser complementares e não se sobreporem. Em outras palavras, a "força" do pão deve ser equivalente à do vinho para que um não ofusque o outro; se o pão é repleto de especiarias, um vinho com sabor intenso será uma boa opção, e se o pão for mais leve, o parceiro ideal será também um vinho mais leve. Atenham-se também à harmonização do recheio com o pão. É muito importante que o recheio não “tape” o sabor do pão, eles têm que se complementar de um jeito equilibrado.

Dicas para combinar pães e vinhos



1- Pães com chocolate e frutas casam muito bem com champanhes.
2- Pães com ingredientes de sabor forte, como queijo gorgonzola, são excelentes acompanhamentos para os vinhos tintos.
3- Pães com queijos defumados, como o provolone, combinam muito bem com vinhos brancos, mais leves.
4- Vinhos leves, frescos e frutados, pouco alcoólicos, combinam com pães tipo ciabatta ou pão francês.
5- Pães recheados de verduras, queijos brancos, peito de frango ou de peru combinam com Sauvignon Blanc, espumante seco ou Chardonnay.
6- Vinhos de bom corpo (Merlot, Malbec ou Syrah) combinam com pão sírio recheado com filé ao molho de catupiri.
7- Ciabatta recheada de salmão defumado combina muito bem com riesling alemão, Spätlese ou Gewürztraminer.

Vinhos encorpados combinam com comidas pesadas e gordurosas de digestão longa, de repetida mastigação, tais como pães integrais recheados com carnes fortes, como cabrito (Nebbiolo Barbaresco ou Malbec argentino), cordeiro (Cabernet Sauvignon Bordeaux, Tempranillo Rioja reserva espanhol, ou um Cabernet do novo mundo), ou carnes de caça (Shiraz australiano ou francês, Pinot Noir francês de cote d’or ou Cabernet Sauvignon do velho mundo).

Para esconder as fortes sensações deixadas nas papilas gustativas pelo tanino, álcool ou acidez dos vinhos, é interessante que entre uma taça e outra seja ingerida uma taça de água mineral e também um pedaço de pão francês seco ou biscoitos cream cracker secos.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Treinamento Profissional, entre eles o Curso Segredos do Vinho - Compra, Armazenamento, Degustação e Harmonização.
Por Silvana Teixeira.
Fontes: Eu amo pão; icouldkillfordessert.com.br.

Salvar

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Vinho - como escolher, pedir e harmonizar no restaurante

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!