O chá medicinal

O uso de chá de plantas medicinais para tratar doenças é tão antigo quanto a história da humanidade.

O chá medicinal é utilizado para tratamento de sintomas internos como para problemas externos.

O chá medicinal é utilizado para tratamento de sintomas internos e como para problemas externos.

Tanto para o tratamento de sintomas internos como para problemas externos, as plantas medicinais podem ser usadas na forma de chás. Conheças os principais processos utilizados para preparação de chás medicinais:

1) Infusão: consiste em despejar água fervente sobre a erva fresca ou desidratada, deixando-se repousar por 5 a 10 minutos, de preferência tampado. Após o repouso, o chá deve ser filtrado. Essa forma de preparo é indicada para flores e folhas de textura fina.

A proporção da erva vai depender da finalidade do uso. Para uso interno, geralmente, recomenda-se a proporção de uma a duas colheres de chá de erva para uma xícara de chá de água. Para uso externo a proporção pode ser maior.

Exemplos de flores: camomila, calêndula, artemísia, sabugueiro, dente-de-leão.

Exemplo de folhas e caules finos: hortelã, malva, poejo, capim-limão, picão, melissa, hera-terrestre.

2) Decocção: é indicada para raízes, cascas, sementes e folhas de textura grossa. A erva é colocada na água fria, na proporção de uma a duas colheres de chá da planta fresca ou seca para cada xícara de água. Em seguida, o chá é levado ao fogo e deve ferver durante 3 a 20 minutos, dependendo da textura da erva.

Se forem folhas, deve-se ferver por apenas três minutos; se forem raízes, cascas ou sementes duras, podem ferver por até 20 miutos. Após o cozimento, o chá deve repousar por 10 a 15 minutos, tampado. Em seguida, deve ser filtrado. A dosagem de erva pode ser maior quando se trata de uso externo.

Exemplos: barbatimão (casca), batata-de-purga (tubérculo), unha-de-gato (tubérculo), cumaru (sementes, casca), erva-doce (sementes), romã (frutos), ipê-roxo (casca), salsaparrilha (raízes), sucupira (sementes).

3) Maceração: a planta é colocada, amassada ou picada, de molho em água fria, durante 10 a 24 horas, dependendo da parte utilizada.

Folhas, sementes e partes tenras ficam de 10 a 12 horas. Talos, cascos e raízes duras, de 22 a 24 horas. Após cumprido o período de maceração, o chá deve ser coado.

Aprimore seus conhecimentos. Conheça os Cursos CPT da área Plantas Medicinais.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Cursos Relacionados

Curso Cultivo Orgânico de Plantas Medicinais Curso Cultivo Orgânico de Plantas Medicinais

Com Prof. Dr. Celso Trindade, Prof. Dr. Laércio Jacovine e Prof.ª Maria Luiza Sartório

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo e Uso de Plantas Condimentares Curso Cultivo e Uso de Plantas Condimentares

Com Prof. Dr. Celso Trindade e Prof.ª Maria Luiza Sartório

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Farmácia Viva - Utilização de Plantas Medicinais Curso Farmácia Viva - Utilização de Plantas Medicinais

Com Prof. Dr. Celso Trindade e Prof.ª Maria Luiza Sartório

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Uso de Plantas Medicinais em Dermatologia Curso Uso de Plantas Medicinais em Dermatologia

Com Prof.ª Dr.ª Maria Bergo

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Mais Dicas Cursos CPT

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade