Ligue Agora (31) 3899-7000 WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Horticultura orgânica em estufas: controle fitossanitário

A estufa constitui uma barreira física para a entrada de insetos e patógenos no seu interior. Para maior segurança, é recomendável o uso de redes de proteção e desinfetantes na entrada da estufa

Horticultura orgânica em estufas: controle fitossanitário Dicas Cursos CPT


A estufa constitui uma barreira física para a entrada de insetos e patógenos no seu interior. Para maior segurança, é recomendável também o uso de redes de proteção e desinfetantes na entrada da estufa. Um bom manejo de solo, água, temperatura e umidade, associado à variedade e sistema de condução adequados, assegura um alto nível de resistência às culturas. Mas, “existem medidas preventivas e importantes para serem adotadas, como a manutenção de uma saia de 70 centímetros de altura nas laterais da estufa para evitar a entrada de insetos de solo e rastejantes”, afirma Luiz Geraldo de Carvalho Santos, professor do Curso a Distância CPT Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa, em Livro+DVD e Curso Online.

Os horários de abertura e fechamento da estufa também são importantes. Por exemplo, as brocas de tomate e abobrinha podem ser evitadas fechando-se as cortinas e janelas às 17 horas, porque são mariposas que depositam seus ovos nos horários das 18 às 20 horas. Portanto, se não houver mariposas, não haverá brocas. Para outras espécies de insetos e ácaros podem ser utilizados inseticidas naturais.

Na Agricultura Orgânica, o controle de insetos, ácaros, fungos, bactérias e viroses é feito basicamente através de medidas preventivas, tais como:


Horticultura orgânica em estufas: controle fitossanitário   Dicas Cursos CPT


1) Plantio na época correta e com variedades adaptadas ao clima e ao solo da região;
2) Adubação orgânica, através de compostos de restos de culturas, materiais vegetais e estercos enriquecidos com fosfatos naturais e micronutrientes;
3) Rotação de culturas e adubação verde;
4) Cobertura morta e plantio direto;
5) Consorciação de culturas e manejo seletivo do mato;
6) Uso de quebra-ventos e cercas-vivas.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Agricultura Orgânica.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!