É possível diferenciar mandioca brava da de mesa?

A mandioca de mesa e a mandioca brava são bastante semelhantes, o que torna impossível diferenciá-las no campo, por meio da análise visual

Mandioca Brava e Mandioca de Mesa

 

No Brasil há muitas variedades de mandioca. Dentre elas, temos a mandioca de mesa (macaxeira, aipim, mandioca-mansa) e a mandioca tipo indústria (mandioca-brava, mandioca-amarga). Ambas são bastante semelhantes, o que torna impossível diferenciá-las no campo, por meio da análise visual.

Se houver qualquer dúvida, o agricultor deve enviar amostras para exame laboratorial. Dessa forma, o teor de ácido cianídrico pode ser avaliado. E é isso que diferencia a mandioca de mesa da mandioca-brava.

A mandioca-amarga ou brava possui alto teor de ácido cianídrico (quantidade de linamarina maior que 100mg/kg), extremamente tóxico ao homem e aos animais. Quando a linamarina sofre a ação de enzimas externas ou existentes na própria raiz, surge o ácido cianídrico, com alto ou baixo grau de toxidade.

A mandioca tipo indústria (brava) deve ser submetida a técnicas de detoxificação (secagem) para ser consumida. Sendo assim, o processamento industrial da mandioca é necessário, até que se transforme em farinha, polvilho, fécula ou raspa.

Já a mandioca tipo mesa (mansa) é consumida das mais diversas formas: em bolos, biscoitos, pudins, purês, ou simplesmente cozida, frita ou em caldo. Esta variedade não precisa ser processada, pois o seu teor de ácido cianídrico é muito baixo (não tóxico).

Em síntese, no aspecto visual, ambas podem apresentar caules verdes ou rosados, ou pele branca ou rosada, além das folhas e das raízes semelhantes. Portanto, quem não tiver o histórico da cultura de mandioca, deve fazer uma análise em laboratório.

Por Andréa Oliveira.

Fontes: Globo Rural e Cursos CPT.

Cursos Relacionados

Curso Cultivo de Palmeira-Real para Produção de Palmito Curso Cultivo de Palmeira-Real para Produção de Palmito

Com Prof. Alfredo Frasson

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo de Mandioca Curso Cultivo de Mandioca

Com Prof.ª Dr.ª Marney Pascoli Cereda

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Processamento de Mandioca - Polvilho Azedo, Fécula, Farinha e Raspa Curso Processamento de Mandioca - Polvilho Azedo, Fécula, Farinha e Raspa

Com Prof.ª Dr.ª Marney Pascoli Cereda

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Bruno

29 de ago de 2018

Muito bom.

Resposta do Portal Cursos CPT

29 de ago de 2018

Olá Bruno,

Agradecemos a visista e comentário em nosso site.

Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Maria ribeiro5

7 de jun de 2018

É o sabor é o mesmo? Dá pra perceber a diferença na hora de comer?

Resposta do Portal Cursos CPT

19 de jun de 2018

Boa Tarde Maria,

A mandioca amarga não pode ser consumida. Ela possui alto teor de ácido cianídrico (quantidade de linamarina maior que 100mg/kg), extremamente tóxico ao homem e aos animais. Quando a linamarina sofre a ação de enzimas externas ou existentes na própria raiz, surge o ácido cianídrico, com alto ou baixo grau de toxidade.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Sonia Rodrigues

8 de mar de 2018

Obrigada pela matéria. Muito esclarecedora e bem feita. Em que tipo de laboratórios é feito estas análises? Algum no RJ?

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de mar de 2018

Olá Sônia,

Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo. Em relação aos laboratórios que são realizadas as análises recomendamos que busque me mecanismos de pesquisas como o Google.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Jania cassia

12 de jan de 2018

Se consumimos a mandioca brava,podemos morrer?? Sem conhece- lá, fará mal a saúde

Resposta do Portal Cursos CPT

15 de jan de 2018

Olá Jania Cassia,

Caso faça o consumo de uma grande quantidade desse tipo de mandioca, podemos apresentar problemas gastrointestinais e até mesmo, ir a óbito.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Valter Queiroz

28 de jul de 2017

Então a unica diferença entre mandioca brava e mansa é o processo de cultivo?

Resposta do Portal Cursos CPT

31 de jul de 2017

Olá, Valter.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Não, a diferença está na concentração do ácido cianídrico, conforme descrito na matéria.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Patrícia Camilo Biason

4 de mai de 2017

Muito interessante a publicação. Me tirou dúvidas.

Resposta do Portal Cursos CPT

5 de mai de 2017

Olá Patrícia,

Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

edvania miranda

26 de out de 2016

Muito bom isso.

Resposta do Portal Cursos CPT

27 de out de 2016

Olá Edvania,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mais Dicas Cursos CPT

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade