WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Dica de barreira física para formigas? Chapéu chinês!

Sim, é! A barreira física ou de proteção é uma técnica que impede as formigas cortadeiras de subirem no local de ataque

Dica de barreira física para formigas? Chapéu chinês!

Barreira física para formigas. É sério isso? Sim, é! A barreira física ou de proteção é uma técnica em que se utiliza um obstáculo que impede as formigas cortadeiras de subirem no local de ataque que pode ser uma árvore ou suporte de viveiros, por exemplo, sabia?

“É uma técnica com boa viabilidade para o plantio de árvores isoladas, pequenos pomares, plantas ornamentais, pequenos viveiros, canteiros, áreas urbanas entre outros”, explica Prof. Dr. Guilherme Barcellos Gjorup, do Curso CPT Controle de Formigas Cortadeiras. Ela também tem sido utilizada com sucesso para proteção de estruturas físicas como estruturas para produção de mudas em tubetes e caixas de abelha.

Existem diversas formas de se utilizar barreiras de proteção. O mais comum, de baixo custo e fácil de instalar é o chapéu chinês, também conhecido como limitador de formigas cortadeiras, que é facilmente encontrado para comercialização em lojas especializadas e lojas virtuais na internet. O chapéu chinês é uma das formas mais eficientes e de baixo custo.

Quais são os tipos e modelos de barreira física existentes no mercado?


Existem no mercado diferentes tipos e modelos desse tipo de barreira física. Os mais comuns são os cones confeccionados com plástico firme cortado em círculos, geralmente de 20 cm de diâmetro, que são presos ao caule das plantas em posição invertida, isto é, com seu vértice voltado para cima. Essa é uma técnica antiga e de eficiência comprovada na prática contra as formigas-cortadeiras.

Como funciona o chapéu chinês?


O princípio de funcionamento do chapéu chinês fundamenta-se no comportamento das formigas de tenderem a explorar preferencialmente a borda do cone, de modo que, quanto maior for sua geratriz, menor é a probabilidade dessas formigas transporem a barreira física e alcançar a parte aérea da planta.

O chapéu chinês circunda, sem frestas, a base da planta e tem uma aba inclinada intransponível. Por não usufruir dos meios químicos de combate às formigas-cortadeiras, ele não promove malefícios ao meio ambiente e à saúde humana, comumente causados pela aplicação de inseticidas.

Como instalar o chapéu chinês?


Instalado com muita simplicidade e rapidez, o chapéu chinês de encaixe se adapta perfeitamente em plantas menores e até arvoredos de copas maiores, desde que o tronco não ultrapasse o diâmetro interno do protetor plástico. Ele deve ser fabricado em plástico de boa qualidade, durável e que resista bem à insolação, perfuração e compressão.

A sua instalação é bastante simples, bastando juntar as duas partes do chapéu chinês com o tronco ou o pé do viveiro no centro. Em seguida, deve-se fixar as travas das duas extremidades e alinhar perfeitamente os dois lados. Depois, pressione e gire para que o chapéu chinês fique cerca de 1 cm abaixo da terra, impedindo que as formigas cortadeiras passem por debaixo dela.

Esse método é bastante eficiente, desde que não se deixe alguma “ponte” de acesso na parte superior da planta como um galho ou mesmo um pequeno ramo de plantas rasteiras. Outras fontes de “ponte” são os galhos da própria planta tocarem o chão ou árvores vizinhas que não possuem o chapéu chinês se tocarem.

Caso ocorra qualquer caminho alternativo, as formigas cortadeiras podem ter acesso à copa da planta e realizar o corte, normalmente. Como as plantas crescem de forma rápida, principalmente na época quente e de chuvas, deve-se sempre monitorar e retirar essas pontes.

É comum outros tipos de formigas não cortadeiras transporem esse tipo de barreira, porém, são formigas benéficas e muitas vezes necessárias às plantas, pois se alimentam dos pulgões e de outras pragas. Esse produto apresenta outras vantagens para as plantas, principalmente para jardins, porque protegem o caule da planta do cortador de grama, além de impedir que o adubo seja colocado em contato com o caule, que é prejudicial às plantas.

Gostou da matéria? Quer saber mais sobre o Curso CPT? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Agricultura.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!