Ligue Agora (31) 3899-7000 WhatsApp (31) 99294-0024
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Cultivo de pepino em estufa: a colheita

 

O pepino não mostra sinais claros sobre seu ponto de colheita, como acontece com a maioria dos outros cultivos agrícolas

O pepino não mostra sinais claros sobre seu ponto de colheita, como acontece com a maioria dos outros cultivos agrícolas

A colheita do pepino é um dos períodos críticos na produção de pepino. Podemos fazer essa afirmação, pois o fruto não mostra sinais claros sobre seu ponto de colheita, como acontece com a maioria dos outros cultivos agrícolas; não há mudança de coloração nos frutos, exigindo do funcionário responsável pela atividade certo nível de conhecimento da cultura.

 

 

 

 

* A presente dica é parte integrante do curso Cultivo de Pepino em Estufa, desenvolvido pelo CPT - Centro de Produções Técnicas.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

sao silva

7 de jul de 2013

Bom dia, gostaria que me explica-se se é preciso fazer alguma coisa aos pepineiros, antes de começarem a dar. Tenho pessoas que dizem que é preciso capá-los ,e eu não sei como fazer. Gostaria que me responde-se a esta mensagem obrigado

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de jul de 2013

Olá, Silva!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Com a desbrota, definimos como será o crescimento da parte vegetativa da planta. A condução da cultura do pepino é viável economicamente somente com rigoroso controle de brotações. Todas as brotações indesejáveis que surgirem deverão ser eliminadas, pois, por terem um grande vigor, prejudicam a produtividade.

- Eliminam-se todas as brotações laterais até a quinta ou sexta folha definitiva; se houver flores ou alguma frutificação, é imprescindível que estas também sejam eliminadas. As folhas permanecem, inclusive as cotiledonares, pois estas são muito importantes para a sustentação do sistema radicular;

- Depois da altura da quinta ou sexta folha, deixar os ramos secundários se desenvolverem e nessas deixar somente dois frutos e três folhas ou um fruto com duas folhas: isto dependerá do material vegetal usado e da época do ano. No entanto, o próprio produtor com experiência poderá decidir quantos frutos deixar, levando em consideração a qualidade dos frutos que se formarão; frutos com curvatura/entortamento indicam um desequilíbrio na planta e não possuem valor comercial atrativo para o produtor;

- Acima dos dois metros, o crescimento da planta deverá ser livre.

Ramos indesejados são como ladrões: eles usam para seu crescimento a energia que deveria ser usada para promover o aumento de produção. Portanto, é importante que você os elimine o mais cedo possível.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!