WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Criação de borboletas: a vida da borboleta

A vida das borboletas é muito curta, em média de duas semanas

A vida das borboletas é muito curta, em média de duas semanas

A vida da borboleta destina-se quase que exclusivamente ao acasalamento e à procriação. A fêmea, via de regra, fecundada, procura fazer a oviposição, de uma vez só ou de várias quantidades de ovos, num só, ou em vários locais, e evita voar, para se proteger dos predadores. Os machos têm uma vida mais dedicada aos voos, na procura da fêmea. A vida das borboletas é muito curta – cumprida sua missão procriadora – em média de duas semanas. Algumas espécies, por várias razões, vivem menos ou um pouco mais; apenas umas poucas espécies têm uma vida mais longa de meses, semestres, ou, excepcionalmente, de um ano ou mais.

 

 

* A presente dica é parte integrante do curso Criação de Borboletas, desenvolvido pelo CPT - Centro de Produções Técnicas.

 

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!