WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como manejar o rebanho sem utilizar qualquer tipo de medicamento?

As plantas medicinais são a resposta para esse questionamento. Seus princípios ativos podem ajudar a controlar e a curar diversas enfermidades do rebanho

Como manejar o rebanho sem utilizar qualquer tipo de medicamento?   Dicas Cursos CPT
 

As plantas medicinais são a resposta para esse questionamento. Seus princípios ativos podem ajudar a controlar e a curar diversas enfermidades. E, para que esses princípios ativos possam proporcionar o efeito terapêutico esperado, faz-se necessário um meio de aplicação: as pomadas, que são importantes veículos que visam garantir o efeito terapêutico dos princípios ativos das plantas medicinais.

Segundo Luana Barros, professora do Curso a Distância CPT Manejo Sanitário de Bovinos para Produção Orgânica de Leite, em Livro+DVD e Curso Online, “É importante destacar que não há dúvidas de que inseticidas, herbicidas, fungicidas e outros biocidas adotados rotineiramente para matar insetos, fungos, microrganismos ou plantas invasoras na produção agropecuária, também afetam o ser humano”.

A maior parte do agronegócio, entretanto, anda na contramão da busca dos consumidores por produtos saudáveis. O aumento da produtividade em plantações e criações é buscado à custa do uso crescente, indiscriminado e abusivo dos agrotóxicos, que acabarão por ser ingeridos, em última instância, pelos consumidores. E, de forma cumulativa, ao longo de anos e anos de ingestão, certamente causará seus conhecidos efeitos deletérios sobre a saúde humana. Isso pode ser comprovado por estudos como o relatório do Instituto Nacional do Câncer, que diz respeito aos produtos alimentícios que estão relacionados ao aumento da ocorrência de câncer no Brasil e no mundo. Segundo esse relatório, os mais “importantes compostos cancerígenos encontram-se entre os metais pesados, os agrotóxicos, os solventes e as poeiras” (INCA, 2012). É interessante destacar que os efeitos dos agrotóxicos não são percebidos pelas pessoas em curto prazo, mas, sim, em longo prazo, manifestando-se na forma de doenças complexas, como é o caso do câncer.

Porém, para aqueles que trabalham no agronegócio, especificamente lidando com esses produtos, os efeitos imediatos são percebidos mais rapidamente. O Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas – Ministério da Saúde/Fiocruz (Sinitox) - relatou que, apenas no período de 1999 a 2009, ocorreram, no Brasil, mais de 62 mil intoxicações por agrotóxicos de uso agrícola (BOMBARDI, 2011).

No que seria uma tentativa de melhorar a saúde de plantas e animais para a criação comercial, muitos trabalhadores rurais acabam perdendo a própria saúde, de forma lamentável. E é preciso considerar que 62 mil foram os casos relatados de intoxicação, certamente as ocorrências são bem mais numerosas, já que são comuns esses tipos de problemas ocorridos na zona rural não serem comunicado devidamente, para que possam fazer parte das estatísticas.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Gado de Leite.

Por Silvana Teixeira.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!