WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Saiba o que é cólica equina e seus efeitos

Entre os distúrbios mais frequentes em equinos estão as cólicas, uma denominação comum para várias alterações que se caracterizam por intranquilidade e dor na área abdominal

Cólica equina - A qualidade da forragem e a alimentação concentrada são fatores que contribuem para o surgimento de problemas gastrointestinais, que se manifestam por meio da dor.

A qualidade da forragem e a alimentação concentrada são fatores que contribuem para o surgimento de problemas gastrointestinais, que se manifestam por meio da dor.

A cólica equina é um distúrbio resultante de doenças que atacam o aparelho digestivo. Ela pode estar relacionada a vários fatores, que vão desde a produção excessiva de gás no estômago, resultado da fermentação dos alimentos, até a obstrução ou torção do intestino, o que requer a intervenção cirúrgica. Sua principal característica é a dor, que vai provocar uma série de mudanças no animal. Ele pode, por exemplo, rolar e se jogar no chão sem maiores cuidados, suar em excesso, deitar e levantar constantemente ou ter dificuldades para caminhar. Esse modo de agir é chamado de mímica da dor. Devido a esse comportamento peculiar, perceptível até mesmo para um leigo, é fácil reconhecer um animal com cólica. Determinar a origem da dor, porém, é um desafio para os médicos veterinários.

Doenças parasitárias, qualidade da forragem, estresse ambiental e alimentação concentrada são fatores que contribuem para o surgimento de problemas gastrointestinais, que se manifestam por meio da dor. A multiplicidade de causas dificulta também o tratamento. É necessário conhecer os sintomas, as mudanças recentes no manejo e o histórico do cavalo, a fim de se descobrir a terapia mais adequada a cada animal. Na maioria das vezes, os casos são clínicos e podem ser solucionados com a ajuda de medicamentos. Existem aqueles, porém, que requerem cirurgia. Os tipos de cólicas que mais afetam os equinos são:

Cólica de impacto: quando há uma obstrução, geralmente no intestino grosso, por uma sobrecarga de alimento fibroso não-digerível;

Cólica por gases: ocorre mais frequentemente no intestino grosso, devido ao estriamento do intestino, que leva à dor abdominal;

Cólica espamódica: quando há exacerbada contração peristáltica no sistema gastrointestinal dos equinos, devido ao acúmulo de gás dentro do aparelho digestivo desses animais;

Colica causada por parasitas: quando há uma obstrução devido a um grande número de parasitas, como o Parascaris equorum;

Colite: quando há inflamação do intestino grosso; e

Deslocamento ou torção gástrica: quando o intestino localiza-se em uma posição anormal do abdômen, podendo, muitas vezes, torcer. Isto recebe o nome de vólvulo.

 

Aprimore seus conhecimentos. Acesse os Cursos CPT da área Criação de Cavalos.

Acesse os links abaixo e aprenda mais sobre o assunto:


O comportamento dos cavalos

Como estimar o peso do seu cavalo

Sinais clinicos da cólica equina

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!