WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Após a fecundação, como é a vida da rainha no formigueiro?

No início, como está solitária, ela quem tem o dever de realizar todas as operações no novo formigueiro, que são: cuidar da colônia de fungo, colocar ovos, cuidar da prole e de si mesma

Após a fecundação, como é a vida da rainha no formigueiro?   Dicas Cursos CPT

 

Ao terminar o voo nupcial, a rainha fecundada perde suas asas e inicia a formação de um novo formigueiro. “Uma vez que a rainha se encontra em um local propício, irá cavar ela mesma um túnel, formando uma pequena câmara a cerca de 10 cm de profundidade. Ela irá selar a entrada da câmara e, exceto se forçada, nunca mais emergirá, tornando-se fotofóbica”, afirma Prof. Dr. Guilherme Barcellos Gjorup, do Curso CPT Controle de Formigas Cortadeiras.

Cerca de dois dias após a formação dessa câmara, a rainha regurgita o pedaço de fungo que estava armazenado no gáster. Nesse início, como está solitária, é ela que tem o dever de realizar todas as operações, nessa única célula do formigueiro, que são: cuidar da colônia de fungo, colocar ovos, cuidar da prole e manter os cuidados consigo mesma.

A rainha, normalmente, inicia de imediato a postura de ovos que se desenvolvem em larvas após, aproximadamente, 25 dias e, depois de mais 10 dias, forma-se um casulo. Se as condições forem favoráveis, as operárias emergirão dentro de poucas semanas. A rainha irá se alimentar ou beber somente quando as operárias tiverem emergido; ela sobreviverá se alimentando dos músculos atrofiados de suas asas, além de consumir alguns de seus ovos.

Quando as primeiras operárias se tornam adultas, o que ocorre com cerca de 60 a 90 dias após a revoada, passam a desempenhar as funções de cuidar do formigueiro. Neste início, como existem poucas operárias, a rainha, ainda pode continuar a se alimentar sozinha, cuidar de sua limpeza e ajudar as operárias a alimentar as larvas. Quando o formigueiro passa a ser um pouco mais populoso a rainha passa a ter somente uma função: colocar ovos. Até a comida é levada em sua boca.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Agricultura.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!