WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

8 dicas para uma ordenha bem feita

A mamite é um dos pontos de estrangulamento dos mais importantes da atividade leiteira. A ordenha bem realizada diminui o risco de aparecimento deste mal que acarreta enormes prejuízos

Ordenha mecanica

Segundo Dr. José Henrique Bruschi, professor do Curso a Distância CPT Shamballah - O Segredo da Alta Produtividade Leiteira, em Livro+DVD e Curso Online, “A  mamite  é  um  dos  pontos  de  estrangulamento  dos  mais importantes da atividade leiteira. A ordenha bem realizada diminui o risco de aparecimento deste mal que acarreta enormes prejuízos”. Dessa forma, existem normas que devem ser seguidas para que tenhamos um manejo correto. São elas:

1o Começamos com a lavagem do úbere com água corrente para retirar o excesso de sujeira, principalmente nas tetas. Em seguida, deve-se enxugar com papel toalha;
2o As mãos do ordenhador deverão ser lavadas com água e sabão, para evitar contaminação dos animais;
3o A ordenhadeira deve estar regulada e as peças em perfeito estado, sem acúmulo de sujeira, que poderá ser fonte de contaminação;
4o Deve-se realizar o teste "CMT", mensalmente, para detecção de mamite subclínica, pois é um indicativo para o nível sanitário do rebanho;
5o A cada ordenha, deve-se realizar o teste com a caneca telada ou de fundo escuro, para detecção de mamite clínica. Se o animal apresenta-se positivo a esse teste, não deve ser ordenhado mecanicamente. Deverá ser levado a outro local e ser ordenhado a mão, e o leite não deve ser despejado no recinto do curral;
6o A ordenha deve ser contínua e bem feita, para que não haja traumatismos e nem interrupção da descida do leite;
7o Ao final da ordenha, o quanto antes, deve ser usada uma solução iodo-glicerinada para a prevenção da mamite;
8o Vacas que apresentam mamites incuráveis, mesmo que seja em um só quarto, devem ser eliminadas do rebanho, pois se tornam transmissoras da doença.


Obs.:


Em rebanhos controlados, deve ser realizado antibiograma semestral, para a escolha do antibiótico mais eficaz a ser utilizado. As vacas em final de lactação deverão ser secas completamente antes de serem levadas ao pasto de descanso dessa categoria.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em livro+DVD e Cursos Online, da área Gado de Leite.
Por Silvana Teixeira.

 

Salvar

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!