WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Vestibulandos e concurseiros precisam de técnicas de redação para fazer uma boa prova

O primeiro passo para escrever bem é ler, o segundo, é praticar a escrita

O planejamento é fundamental. Faça sempre o esquema primeiro.

Para ingressar em uma conceituada instituição de nível superior ou conseguir aprovação em concursos, é preciso saber redigir bem um texto. Na verdade, todo profissional, de qualquer área, precisa saber escrever. Por isso, essa competência tem grande diferencial, que alavanca carreiras de sucesso.

A redação sempre foi decisiva em provas, concursos e vestibulares, mas, após uma portaria ministerial que a tornou obrigatória e eliminatória em todos os processos seletivos das instituições superiores, e com a crescente valorização do texto em concursos, ela passou a ser uma das matéria mais relevantes nos colégios e cursinhos preparatórios.

Para escrever bem é necessário, antes de tudo, conhecer o tema e acreditar nele, pois só o entusiasmo por uma ideia ou causa leva à persuasão, elemento essencial de um bom texto. E conhecimento se adquire com estudo, leitura e vivência.

É preciso ler e estudar muito, conhecer o assunto, pesquisar, e aprender algumas técnicas de redação. Isso quer dizer que, além de uma formação escolar, é preciso ter estudo diário, atualização constante, leitura, e observação inteligente de textos de bons autores.

O primeiro passo para escrever bem é, portanto, ler. O segundo, é escrever, isto é, praticar. É o exercício que leva ao aprendizado. Releia o que escreveu. Se puder, em voz alta. Refaça algumas orações. Corrija a ortografia e a entonação. Observe se a estrutura do texto ficou boa. Lembre-se de que todo texto requer revisão e correção, e sempre é possível melhorar um pouco mais. 

É preciso ler e estudar muito, conhecer o assunto, pesquisar, e aprender algumas técnicas de redação.

Antes da escrita, porém, o planejamento é fundamental. Faça sempre o esquema primeiro. O plano traz clareza, harmonia, objetividade e evita a repetição. Esse consiste em fazer uma introdução, expondo o ponto de vista, a tese. Em seguida, desenvolve-se a ideia, e, finalmente, faz-se a conclusão.

Visando auxiliar estudantes em preparação para o vestibular e aqueles que desejam prestar concursos, o CPT – Centro de Produções Técnicas, elaborou o curso Redação para Vestibular e Concursos. Nele a professora especialista em linguística e redação, Gamali Rodrigues Gomide, aborda temas como tipos de linguagem; textos narrativo, descritivo, dissertativo; coerência e coesão; além das recomendações práticas para desenvolver textos bem redigidos.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

O mais importante é ter motivação para escrever. Quando escrevemos sem ter um motivo, ou por pura obrigação, o texto não apresenta essência, fica sem vida. Se você está fazendo uma prova, não tem escolha: precisa compreender e seguir o que está sendo proposto. No entanto, atualmente, há vários vestibulares que dão ao candidato a opção entre duas ou três propostas diferentes, quase sempre uma dissertação, uma carta ou narração, e a pessoa opta pelo que mais domina.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!